RONDONOTICIAS sexta-feira, 24 de maio de 2019 - Criado em 11/10/2001

Obras no complexo seguem para a fase de urbanização e ajustes

Primeira fase do trabalho foi o enrocamento, para evitar o avanço da água do rio Madeira


Comdecom

03/04/2019 11:19:10 - Atualizado

PORTO VELHO RO - Iniciada no fim do ano passado, mesmo com o período de chuvas, as obras de revitalização do Complexo da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (EFMM) continuam. A pedido do prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, a Fundação Cultural do Município (Funcultural) acompanha as obras de perto.

De acordo com o presidente da Funcultural, Ocampo Fernandes, com a conclusão das obras do enrocamento, o próximo passo será a liberação de recurso, pelo Governo Federal, para que seja dada continuidade nas obras de urbanização e alterações em algumas áreas, como o deck, que será de concreto, a ciclovia, a praça e os bloquetes que serão recolocados em todo o entorno. “Um investimento na ordem de R$ 3 milhões", informou Ocampo.

Ainda segundo o secretário, até o final do mês, deve ser dada missão a uma nova empresa para que seja feita recuperação dos galpões, do acervo do museu e do acervo da rodante (máquinas e vagões). "Esse recurso é garantido através de compensação ambiental", explicou o presidente da Funcultural.

Todo o recurso que está sendo aplicado nesta fase e na próxima é obrigação da Santo Antônio Energia. Na última fase do projeto, será feito um investimento conjunto da prefeitura de Porto Velho e do Governo de Rondônia, sendo algo em torno de R$ 8 milhões, para o chamado refinamento (acabamento).

Reforço na infraestrutura

De acordo com Ocampo Fernandes, no local haverá restaurantes, espaço para feira de artesanato, empório para venda de produtos regionais, pista de caminhada, brinquedoteca, sala de cinema, espaço para shows, entre outros. Mais de R$ 30 milhões serão investidos na reforma do Patrimônio Histórico.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.