RONDONOTICIAS sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019 - Criado em 11/10/2001

Governador assina decreto e PM vai comandar “intervenção militar”

“Operação-padrão” deflagrada por agentes penitenciários motivou decisão


Folha do Sul

07/02/2019 16:00:08 - Atualizado


VILHENA, RO - Após decreto assinado pelo governador de Rondônia, Marcos Rocha (PSL), começou hoje a intervenção da Polícia Militar no presídio de Vilhena. Assume o comando do complexo penitenciário o capitão Aldimas Ferreira. Ontem, o interventor se reuniu com o promotor Elício de Almeida e Silva e o juiz Adriano Toldo, titular da Vara de Execuções Penais de Vilhena.

De acordo com informações obtidas pelo site, a nova administração militar do Centro de Ressocialização Cone Sul, ficará responsável por todas as questões administrativas e operacionais de unidade. Os agentes penitenciários serão mantidos, mas ficarão subordinados ao interventor.

A decisão de “militarizar” o estabelecimento prisional decorre da “operação-padrão” deflagrada pelos agentes penitenciários, que estariam colocando em risco a segurança das unidades que abrigam presos provisórios e já condenados. Lembre aqui.

Policiais militares do 3º BPM de Vilhena já foram destacados para atuar no presídio, auxiliando em várias ações que fazem parte da rotina do estabelecimento.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.