RONDONOTICIAS sábado, 24 de agosto de 2019 - Criado em 11/10/2001

Polícia evita feminicídio e prende suspeito rondando casa da ex

Vítima vinha sofrendo constantes ameaças de morte pelo infrator desde a separação


21/03/2019 11:45:54 - Atualizado

ALVORADA D´OESTE RO - A Polícia Civil de Alvorada D’Oeste, por meio dos policiais do Serviço de Investigação e Captura – SEVIC prendeu, na tarde dessa quarta-feira (20), o nacional E. da S., suspeito de praticar reiteradas ameaças de morte contra sua ex-esposa e, na data supra citada ser encontrado bem próximo à casa da vítima (cerca de 30 metros), na iminência de praticar o feminicídio.

A vítima esteve na Delegacia e registrou que vinha sofrendo constantes ameaças de morte pelo infrator desde a separação, há um ano e três meses, em razão do mesmo não aceitar o fim do relacionamento. Registrou ainda que no último final de semana teria recebido um vídeo, via whatsapp, onde o suspeito, que estava residindo em Porto Velho, afirma que a próxima vez que a encontrasse, a mataria, beberia seu sangue, e após, cometeria suicídio. 

Após fazer a última ameaça, no dia 19/03/2019 (terça-feira), o suspeito viajou de Porto Velho para Alvorada D’Oeste, no intuito de concretizar seu intento criminoso e fora visto rondando as imediações da casa da vítima, foi quando ela se dirigiu à Delegacia para registrar os fatos e solicitar providências.

A vítima foi ouvida logo após o registro da ocorrência policial, apresentou cópia do vídeo, representou criminalmente o infrator e requereu medidas protetivas de urgência.

Após várias diligências, naquela data, os policiais encontraram o suspeito próximo à casa da vítima (cerca de 30 metros), portando uma faca nova, com 20 centímetros de lâmina, e uma corda nova, demonstrando fortes indícios de que ele pretendia concretizar suas ameaças, pelo que foi conduzido para a Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos.

Diante dos fatos, o Delegado de Polícia titular da Delegacia de Alvorada D’Oeste, Hazael Francisco dos Santos, representou pela prisão preventiva do suspeito, cujo mandado foi expedido pela Justiça, tendo sido cumprido na mesma tarde.

O trabalho rápido e eficiente dos policiais do SEVIC possibilitou a prisão do suspeito, evitando-se, assim, que mais uma mulher fosse vítima de feminicídio.

O Delegado Hazael afirmou, por fim, que a polícia civil tem dado atenção especial aos casos envolvendo vítimas vulneráveis, sejam mulheres, crianças, adolescentes, idosos ou portadores de deficiência.



Fonte: ASSCOM – PCRO


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.