RONDONOTICIAS sexta-feira, 23 de agosto de 2019 - Criado em 11/10/2001

Justiça do Trabalho leva palestra de prevenção de acidentes a funcionários da Usina de Jirau


30/04/2019 15:16:46 - Atualizado


 Os trabalhadores que atuam no sistema de geração de energia da Usina de Jirau, no Distrito de Jaci-Paraná, em Porto Velho (RO), participaram na sexta-feira, 26/4, de uma palestra ministrada pela juíza Luzinália de Souza Moraes, titular da 7ª Vara do Trabalho da capital, que tratou da prevenção de acidentes e doenças do trabalho. A atividade é alusiva a campanha nacional do "Abril Verde", coordenada pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho - CSJT, com a participação do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região e os demais Regionais. Em todo o país durante o mês de abril estão sendo realizadas ações de conscientização quanto ao acidente do trabalho #TrabalhoSeguro. A magistrada exibiu vídeos da Campanha pelo trabalho seguro, produzido pelo CSJT, e ainda demonstrou por meio de fotos e slides exemplos de improvisos adotados por empresas de pequeno porte que acabam gerando prejuízos ao trabalhador, à sua família, à empresa e a toda sociedade, pois ao final todos pagam alto custo social, a falta de atenção ainda tem índice alarmante como motivo de acidentes, lembrou a magistrada. Para a magistrada, os acidentes geram aos trabalhadores: sofrimento físico e mental, cirurgias, gastos com próteses, assistência médica, fisioterapia, dependências de terceiros, dificuldades de locomoção e sobretudo o desamparo à família do acidentado. 

Os acidentes geram também prejuízos às empresas como interrupção da produção, à imagem da empresa, paralisação do setor, máquinas e equipamentos, além de ficar sem empregado por um período ou até de forma definitiva em caso de acidente fatal.  

A juíza Luzinália Moraes ressaltou sua impressão sobre o evento, "tivemos uma boa receptividade, muitos trabalhadores atentos o tempo todo, foi interessante. Nas empresas maiores também acontecem acidentes, porém em menos número, mas hoje a principal preocupação são pequenas empresas prestadoras de serviços, que não têm corpo de engenheiros e pessoas preparadas com as medidas para proteção da saúde e vida do trabalhador, e assim acabam registrando maior número de acidentes e doenças do trabalho", destacou a magistrada. 

Ao final da palestra alguns funcionários e técnicos tiraram dúvidas com a juíza e também receberam cartilhas e materiais relativos à campanha Abril Verde. "A mensagem da magistrada reforçou ainda mais a nossa missão que praticamos diariamente com nossos funcionários, pois estamos em busca da ISO 45001, isso alavanca as nossas ações. 

Na oportunidade esclareceu muitas dúvidas dos funcionários da Usina", comentou o técnico de segurança do trabalho, Jairo Reis. 

O presidente da CIPA, Pedro Paulo, comentou que "foi uma honra receber a equipe da Justiça do Trabalho e a abordagem da juíza veio enaltecer o trabalho que já desenvolvemos. 

A informação trazida, de que o maior número de acidentes é oriundo de empresas prestadoras de serviços foi relevante, assim vamos reforçar ainda mais nossa política junto a esses trabalhadores", concluiu o Pedro Paulo. 

O gerente de Saúde Ocupacional da Usina, Oscar Chaves, observou que "a rotina absorve agente e a palestra nos faz refletir. Sabemos que abril é um mês diferenciado sobre prevenção, nós aqui pensamos e tratamos desses assuntos todos os dias do ano. 

A palestra foi muito importante, pois a juíza Luzinália destacou o que tem impactado nas ações da Justiça do trabalho, vejo como relevante para que possamos estar sempre atentos e evitar que acidentes aconteçam", disse Chaves.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.