RONDONOTICIAS quarta-feira, 23 de janeiro de 2019 - Criado em 11/10/2001

Exército realiza 'Operação Escudo' em Rondônia contra crimes ambientais

A operação teve o intuito de cobrir a fronteira sobe a responsabilidade da Brigada Príncipe da Beira.


Assessoria

11/01/2019 08:19:27 - Atualizado


RONDÔNIA - De 2 a 6 de janeiro de 2019, a 17ª Brigada de Infantaria de Selva, (17ª Bda Inf Sl) realizou  mais uma Operação Escudo com a finalidade de atuar contra crimes ambientais e ilícitos transfronteiriços, como o narcotráfico e o tráfico de armas e munições.

Nessa operação, com o intuito de cobrir a fronteira sobe a responsabilidade da Brigada Príncipe da Beira, foram empregados os Pelotões Especiais de Fronteira (PEF) e Destacamentos Especiais de Fronteira (DEF) dos nossos três Batalhões de Infantaria de Selva (BIS).

Nesse sentido, subordinados ao Comando de Fronteira Acre/ 4º Batalhão de Infantaria de Selva (4º BIS), o 2º PEF, o “Dono dos Rios”, atuou na Alfândega e Ponte Integração Brasil-Peru; o 3º PEF, o “Sentinela do Abunã”, operou na ponte Brasil-Bolívia e Encruzilhada da Enco; e o 4º PEF, o “Guardião do Purus”, atuou no porto do pelotão. Subordinado ao Comando de Fronteira Rondônia/ 6º Batalhão de Infantaria de Selva (6º BIS), o 1ª PEF, “Forte Príncipe da Beira”, foi empregado no Rio Guaporé na região acima do pelotão até o porto da "Fazenda Santa Fé"; e subordinados ao 61º Batalhão de Infantaria de Selva, o DEF Marechal Thaumaturgo esteve no Rio Arara e o DEF São Salvador no Igarapé Timbaúba.

Nas ações de revista de veículos, foram montados Postos de Bloqueio e Controle de Estradas (PBCE) e na revista de embarcações, Postos de Bloqueio e Controle Fluvial (PBCFLU), que inspecionaram e vistoriaram 53 embarcações, 19 motos, 41 veículos leves e 11 pedestres.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.