RONDONOTICIAS sexta-feira, 6 de dezembro de 2019 - Criado em 11/10/2001

Agentes da Lei em RO promoveram sofrimento e desonra, diz Daniel Pereira

Em nota nas redes sociais, ex-governador Daniel Pereira lamenta o comportamento e atitudes ilegais, advindas dos agentes públicos da PC/RO


Brasil 364

01/11/2019 12:37:17 - Atualizado

VEJA A NOTA:

Queridos e diletos amigos e amigas! Muito obrigado pelo carinho e apoio de sempre! Ontem foi um dia triste para nós, pois vimos ser destruída a carreira de jovens agentes públicos que exercem a função de delegados de polícia, conhecida como polícia judiciária. Judiciária vem de justiça, algo que os iniciantes agentes da lei desconhecem o sentido, pois pior que aqueles que matam o corpo físico, são que matam a alma.

Promoveram sofrimento e desonra para tantas pessoas. Mesmo assim pediram clemência a Deus, não para a expiação dos pecados, no que seriam atendidos, pois Ele é misericordioso, mas pediram que seus pecados/crimes não fossem descoberto.

Embora Deus sempre atenda a oração fervorosa, como atender aos prantos do falastrão transvestido de agente da lei?? Deus é misericordioso e amoroso, com os bons, conforme bem disse no Sermão da Montanha: bem aventurados os que tem fome e sede de justiça, pois serão saciados! Ontem as orações ouvidas foram das vítimas do carrasco agente público. Eu sou um dos muitos que Deus honrou com a benção da paz, de poder ter certeza que a justiça Divina não tarda e não falha, apenas vem em um tempo diferente que o nosso. Alguns ficaram livres de seus sofrimentos.

Outros passarão a sofrer hoje, não por castigo de Deus, mas pela punição da lei dos homens. Que a lição seja anotada e jamais esquecida. A vida segue, para bons e para os maus, apenas de forma diferente. Os bons estão felizes, os maus estão amargurados, como sempre foram.

LEIA MAIS: Após vazamento de áudios, Polícia Civil de Rondônia afasta delegados da Draco

Polícia Civil de RO teria incriminado falsamente ex-governador, revela áudio de delegado

Delegado Júlio Cezar


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.