RONDONOTICIAS terça-feira, 19 de novembro de 2019 - Criado em 11/10/2001

Laerte Gomes relata problemas da Energisa ao ministro das Minas e Energia

​​​​​​​Bento Costa entende que o diálogo é o melhor caminho para dirimir os problemas em Rondônia


ASSESSORIA

16/10/2019 18:45:42 - Atualizado

PORTO VELHO-RO: Acompanhado do senador Marcos Rogério (DEM), o presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, Laerte Gomes (PSDB), participou de audiência com o ministro das Minas e Energia, Bento Costa Lima Leite, em Brasília. O encontro aconteceu na terça-feira (16), mesmo dia após a participação de parlamentares na reunião ordinária da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Na reunião, o presidente Laerte Gomes alertou o ministro Bento Costa do processo de investigação aberto pela Assembleia Legislativa através de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) e os primeiros resultados com as denúncias levadas ao conhecimento dos parlamentares. O parlamentar explicou que a Energisa causou grandes problemas sociais e econômicos após o último reajuste e as constantes quedas de energia trouxe prejuízos à iniciativa privada e as prefeituras em seus serviços básicos.

O ministro ouviu o presidente da Assembleia Legislativa e ponderou que o melhor caminho é abrir o diálogo entre a empresa e a sociedade civil para garantir os direitos do cidadão. O senador Marcos Rogério também falou ao ministro que a Comissão de Infraestrutura do Senado pediu a abertura de procedimento na Aneel contra a Energisa, o que está sendo realizado há mais de 15 dias.

Sobre a Energisa há sérias denúncias de desrespeito às leis estaduais sobre o corte no fornecimento nas sextas-feiras e finais de semana; manipulação dos relógios medidores de consumo com a participação de organismos estaduais de aferição e controle; invasão a propriedade privada por funcionários de terceirizadas; entre outras que estão em apuração na CPI.




Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.