• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sábado 15 de junho de 2024

Última mensagem enviada do celular de advogada desaparecida é aos filhos: ‘Fui embora do Brasil'

Texto supostamente escrito por Anic de Almeida Peixoto Herdy dizia que estava com outro homem e que iria viver com ele


TERRA

Publicada em: 23/05/2024 11:24:16 - Atualizado


BRASIL: Quase duas semanas após o desaparecimento da advogada Anic de Almeida Peixoto Herdy, de 55 anos, os filhos receberam mensagens enviadas pelo celular dela. Ela dizia que tinha ido embora do Brasil e que estava com outra pessoa. O comunicado também foi passado ao marido, Benjamin Cordeiro Herdy, de 78. A informação é da TV Globo.

Anic está desaparecida desde 29 de fevereiro após sair a pé de um shopping em Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro. A família dela pagou R$ 4,6 milhões, exigidos em dólares, reais e bitcoins, no dia 11 de março de 2024.

Após o pagamento, Benjamin recebeu uma mensagem do número da esposa. “Querido Benjamin, hoje é um dia muito triste para nossa família, é o dia que definitivamente irei me separar de vocês", escreveu. No texto supostamente escrito por ela, a advogada afirma que está há um ano com outra pessoa. “Acabamos nos apaixonando. Não me procure. Meu namorado é policial civil".

Anic tem dois filhos, um do primeiro casamento, e outra fruto do relacionamento com o atual marido. Ambos também receberam mensagens, dois dias depois do pagamento, do telefone da mãe. "Fui embora do Brasil. Conheci uma pessoa, com ele que pretendo viver". Em seguida, a filha responde: “Se você vai falar isso para mim, vai ser pessoalmente. Eu quero pelo menos ouvir isso da tua voz".

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) afirmou que há suspeitas que a vítima tenha sido assassinada e teve seu cadáver ocultado.

Polícia suspeita que ela teria forjado o próprio sequestro

Conforme a rádio CBN, as investigações revelaram que ela teria participado do plano para forjar o próprio sequestro com ajuda do amante, o suspeito Lourival Correa Netto Fatiga, que já está preso.

A polícia descobriu que o celular usado por Anic antes de desaparecer tinha um chip com o nome de Lourival. Ela ainda teria usado este número de celular para falar com ele e encontrá-lo fora do shopping, local onde foi vista pela última vez.


Fale conosco