• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sábado 13 de julho de 2024

Vídeos mostram Djidja Cardoso agonizando com uso de droga injetável enquanto sua mãe ria

A suspeita é que a empresária tenha sofrido uma overdose pelo uso de ketamina


EMOFF/FATOAMAZONICO

Publicada em: 04/06/2024 17:33:48 - Atualizado

A morte da empresária Djidja Cardoso, ex-sinhazinha do Boi Garantido, ainda tem causado muita polêmica e comoção. Ela morreu aos 32 anos e a principal suspeita é que a jovem tenha sofrido uma overdose pelo uso indiscriminado do anestésico ketamina (ou cetamina). Cleusimar Cardoso e Ademar Cardoso, mãe e irmão da empresária, foram presos.

A Polícia Civil do Amazonas aponta que a família de Djidja Cardoso participavam de uma seita e promovia o uso da droga em seus rituais. Ademar, de 29 anos, acreditava ser uma “reencarnação” de Jesus Cristo. Após a morte da empresária, Cleusimar chegou a enviar um áudio afirmando que a filha iria “ressuscitar”. Djidja foi encontrada morta dentro de casa, em Manaus, na última terça-feira (28).

Vídeo

De lá para cá, muita coisa começou a circular na internet, desde áudios de Cleusimar até supostos vídeos em que a mãe de Djidja aparece “possuída”. Nesta semana, outro vídeo começou a viralizar e ele traz cenas fortes: ele mostra a empresária deitada numa cama, enquanto parece reagir após usar a ketamina em excesso em um ritual.

Em outra publicação, Cleusimar filma a própria filha enquanto Djidja passa mal no banheiro. “Ela tá ganhando poderes. Deu três seringadas e eu tô filmando ela”. A mãe da empresária chega a rir durante a gravação. “A cetamina não faz mal a ninguém”, mente a mulher no vídeo.

Nas redes, muita gente comentou a situação e lamentou a morte de Djidja Cardoso. “Meu Deus!! Essa moça estava tão doente. Assim como os familiares. Deixem a justiça fazer a função deles e tenham piedade dessas pessoas”, disse Ana Paula. “A mulher morrendo e a mãe filmando”, lamentou Nina Jesus. “Eu gosto assim, quando o criminoso grava cometendo o crime e facilita o trabalho da polícia”, apontou Grazi Modena.

CENAS FORTES: VEJA O VÍDEO



Fale conosco