• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sábado 20 de abril de 2024

Prefeita de Guajará-Mirim afastada pela justiça ameaça vereadores

Raissa Paes (MDB) lança enquete no Instagram e acusa legisladores; processo de cassação avança na Câmara


Diário da Amazônia

Publicada em: 28/02/2024 16:27:28 - Atualizado

foto redes sociais


GUAJARÁ-MIRIM: A prefeita afastada de Guajará-Mirim, Raissa Paes (MDB), atualmente ré em processo de cassação pela Câmara de Vereadores, gerou polêmica ao ameaçar legisladores em suas redes sociais. Em postagens nos Stories do Instagram, ela questionou a integridade dos parlamentares e sugeriu ter informações comprometedoras.

No centro da controvérsia está uma enquete realizada por Raissa, na qual 96% dos participantes apoiaram suas declarações. A prefeita afirma ter evidências, incluindo prints de conversas, que sugerem corrupção entre vereadores, chegando a acusar um ex-deputado de influenciar o processo contra ela.

A reação de Raissa surge após oito dos 12 vereadores votarem a favor da aceitação da denúncia, que pode resultar na cassação de seu mandato antes mesmo do término do afastamento cautelar. Esse posicionamento gerou debates sobre o futuro político da cidade.

Carlos Caldeira, ativista social e jornalista, destacou a gravidade das ameaças feitas pela prefeita nas redes sociais, questionando se ela irá colaborar com as investigações das autoridades. Os vereadores que apoiaram a denúncia contra Raissa foram identificados, assim como aqueles que votaram contra.

A denúncia contra Raissa foi protocolada na Câmara de Vereadores em meio a alegações de protelação por parte do presidente, enquanto os supostos fatos criminosos envolvendo a prefeita em exercício, Mary Granemann, foram rapidamente analisados pelos parlamentares. O desenrolar desse processo continua a atrair a atenção da população e das autoridades locais.



Fale conosco