• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, terça-feira 23 de julho de 2024

Prefeitos rejeitam alianças com o PT nas eleições municipais; confira o plano do partido

Plano do PT de registrar candidaturas em todas as capitais causa atrito com prefeitos


contrafatos

Publicada em: 21/06/2024 16:30:09 - Atualizado


A estratégia do PT de lançar candidatos em todas as capitais nas eleições do ano em questão tem causado desconforto para os prefeitos que optam por manter-se afastados do partido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em Recife (PE), o prefeito João Campos (PSB) vem enfrentando constantes desavenças com os membros do PT e está inclinado a oferecer a vice-prefeitura ao PCdoB ou ao MDB, apesar da insistência da presidente do PT, Gleisi Hoffmann. Campos tem desconfiança em relação aos petistas e tem como preferido Victor Marques Alves (PCdoB), ex-chefe de gabinete e antigo aliado do PSB. A notícia foi divulgada pela Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A equipe de João Campos tem a convicção de que atribuir a posição de vice a um membro do PT não contribui para o aumento de votos, já que os eleitores de esquerda tendem a escolher o prefeito socialista.

Na cidade do Rio de Janeiro, o prefeito Eduardo Paes (PSD), que governa uma fortaleza eleitoral de Jair Bolsonaro, acredita que uma parceria com o PT não seria bem-sucedida. Por outro lado, em São Paulo, a situação se inverte: o PT mostra hesitação em se unir a Guilherme Boulos (Psol) e até mesmo oferece um apoio discreto a Ricardo Nunes (MDB).



Fale conosco