• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, terça-feira 23 de julho de 2024

Diretores deixam Corinthians após Vai de Bet rescindir contrato

Clube paulista vive crise política nos bastidores


cnn

Publicada em: 07/06/2024 14:59:44 - Atualizado


A crise política no Corinthians ganhou outro capítulo nesta sexta-feira (7) com a saída de duas figuras importantes do clube: Rozallah Santoro, diretor financeiro, e Fernando Alba, diretor adjunto de futebol.

A dupla já tinha ameaçado deixar o clube no fim de maio, mas foi convencida a ficar. Agora, pouco depois da confirmação de que a patrocinador máster VaideBet rescindiu seu contrato com o clube antecipadamente, a decisão foi definitiva.

Santoro e Alba fazem parte da Chapa 82, o “Movimento Corinthians Grande”, que revê o posicionamento de apoio à atual gestão. Fabrício Vicentim, ex-diretor adjunto das categorias de base, que também faz parte do MCG, já tinha deixado o cargo por motivos pessoais.


    MCG revê apoio a Augusto Melo

    O MCG, enquanto grupo político, revê o apoio exercido a Augusto Melo no período eleitoral do Corinthians, em 2023 – há um incômodo com diversos episódios recentes do presidente. O grupo foi fundamental para o então candidato vencer o pleito realizado no último mês de novembro, sendo uma das bases do atual governo de Melo.

    Fernando Alba foi nomeado diretor adjunto de futebol em fevereiro deste ano. Mesmo com a saída de Rubens Gomes, o “Rubão”, da diretoria de futebol, ele não foi promovido ao cargo, o mais desejado pelos conselheiros do Corinthians ligados a Augusto Melo.

    O apoio do MCG a Augusto Melo é de grande importância no cenário político do Corinthians. O conselho deliberativo do clube está dividido ao meio quanto à oposição e situação. Qualquer movimentação pode gerar um impacto grande no futuro de Augusto Melo enquanto presidente do Timão.


    Fale conosco