• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sexta-feira 12 de julho de 2024

Homem de 40 anos de idade é condenado a 17 anos por homicídio da esposa em Vilhena

Segundo investigações, Sidney não aceitava o fim do relacionamento. Julgamento aconteceu na manhã de quarta-feira (12), na 1ª Vara Criminal de Vilhena...


Redação

Publicada em: 13/06/2024 16:09:33 - Atualizado

Foto: Facebook/Reprodução


Vilhena - Sidney Lima do Carmo, de 40 anos, foi sentenciado a 17 anos e seis meses de prisão pelo assassinato de sua esposa, Áquila Rebeca, de 19 anos. O crime ocorreu em fevereiro de 2023 e o julgamento foi realizado na manhã desta quarta-feira na 1ª Vara Criminal de Vilhena, Rondônia.

De acordo com as investigações, o motivo do crime foi a não aceitação por parte de Sidney do término do relacionamento. Durante o processo, o júri considerou as provas e os depoimentos apresentados, que apontavam para um ato premeditado e motivado por ciúmes e rejeição.

A sentença foi proferida após uma longa audiência, onde foram ouvidas testemunhas e analisadas as evidências reunidas pela polícia. O caso chamou atenção pela brutalidade e pela diferença de idade entre a vítima e o agressor, destacando mais uma vez a questão da violência doméstica no país.

Sidney Lima do Carmo foi preso imediatamente após o veredito e será transferido para uma penitenciária estadual, onde cumprirá sua pena em regime fechado. A decisão foi recebida com alívio pela família de Áquila Rebeca, que clamava por justiça desde o trágico incidente.

O julgamento teve grande repercussão na comunidade de Vilhena, servindo como um alerta sobre os perigos da violência conjugal e a importância de buscar ajuda em situações de risco. As autoridades locais reforçam a necessidade de políticas públicas eficazes para a proteção das vítimas e a punição severa dos agressores.


Fale conosco