• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, terça-feira 23 de julho de 2024

Deputados estão sendo “xingados” por obra anunciada e não iniciada há quase três anos

Essa Ordem de Serviço foi assinada para o inicio dos trabalhos da obra de pavimentação da RO-133, conhecida...


Rondonoticias

Publicada em: 14/06/2024 16:31:44 - Atualizado

PORTO VELHO-RO: Um Ordem de Serviço assinada pelo governador Marcos Rocha (UNIÃO) em um grande evento promovido no dia 10 de setembro de 2021 na cidade de Espigão de Oeste, (RO) se tornou alvo de fortes cobranças da população e acabou ecoando no parlamento estadual.

Essa Ordem de Serviço foi assinada para o inicio dos trabalhos da obra de pavimentação da RO-133, conhecida como Rodovia do Calcário, uma rota responsável por grande fluxo de veículos e lucro ao Estado.

Próximo de completar três anos ao anúncio dessa obra, nada mudou nas sofríveis condições de trafegabilidade da Rodovia do Calcário, o que levou os moradores e motoristas que utilizam a estrada ao sentimento de terem sido enganados.

Durante Sessão Plenária realizada na última terça-feira (11), o deputado estadual Ismael Crispim, afirmou que sente vergonha de atender o telefonema de amigos que moram nessa região que mostram indignação com essa questão.

“Hoje o que vemos é uma comunidade revoltada, é o governo e a assembleia sendo xingada, e meus amigos me ligam e falam que repetimos o que os políticos de Rondônia vêm fazendo há mais de trinta anos, prometendo asfaltar a estrada do Calcário”, disse Ismael Crispim.

O trecho anunciado pelo Governo de Rondônia que seria asfaltado na Rodovia do Calcário compreende à dez quilômetros da pista. Essa estrada passa por mais de quatro quilômetros dentro do perímetro urbano de Espigão do Oeste.

Alegando falta de recursos, o Governo de Rondônia depende da aprovação da Assembleia Legislativa de um pedido de financiamento feito pelo Governo de Rondônia para emprestar dinheiro ao Departamento de Estradas e Rodagens – DER e realizar essas obras.

De acordo como líder do Governo na ALE/RO, deputado Laerte Gomes, é necessário que essa autorização seja votada com urgência na Casa para que o DER possa concluir essas obras.

“Eu fico cada vez mais convencido da necessidade de votar esse financiamento, mas os deputados tem as cobranças, tem as indicações para suas regiões, e é necessário o debate para que esses recursos possam abranger todo o estado de Rondônia”, afirmou Laerte Gomes.


Fale conosco