• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, terça-feira 23 de julho de 2024

Em votação popular no site da Câmara, 87% rejeitam novo Projeto de Lei do Aborto no Brasil

Os que se dizem favoráveis somam 13%. Votação segue disponível. Na quinta (13/6), protestos foram realizados nas principais capitais do país


metropoles

Publicada em: 14/06/2024 15:52:12 - Atualizado

Uma enquete popular no site da Câmara dos Deputados mostra que 87% “discordam totalmente” do Projeto de Lei (PL) nº 1.904/24, que equipara o aborto de gestação acima de 22 semanas ao homicídio, incluindo casos de estupro de crianças e mulheres. O montante representa 616.298 votos.

São 13% os que dizem “concordar totalmente” com a proposta, representando 87.476 votos. Os números foram contabilizados pelo Metrópoles até às 11h10min (horário de Brasília). A votação segue disponível.

Na quarta (12/6), a Câmara dos Deputados aprovou, “às escuras”, o requerimento de urgência do texto. A votação ocorreu de forma simbólica, ou seja: sem identificar os votos. A deliberação também não foi anunciada em plenário.

A repercussão imediatamente tomou as redes sociais. Na quinta-feira (13/6), a reação ganhou as ruas. As manifestações foram registradas nas capitais do país, o que inclui São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Recife e Florianópolis, por exemplo.

O protesto também foi marcado por gritos contra o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), responsável por pautar a urgência do texto. “Ô, Lira, você vai ver. Quem derrubou o Cunha vai derrubar você”, gritaram os presentes no Rio de Janeiro (RJ), fazendo menção ao ex-deputado Eduardo Cunha, que teve o mandato cassado em 2016.



Fale conosco