• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sexta-feira 19 de julho de 2024

Luís do Hospital destaca regularização fundiária como pilar para o agronegócio em Rondônia

O tema foi discutido durante o 1º Fórum do Parlamento Amazônico, realizado na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF)...


Assessoria

Publicada em: 20/06/2024 15:09:30 - Atualizado

Foto: Assessoria

BRASÍLIA - O deputado estadual Luís do Hospital, presidente da Comissão de Agropecuária e Políticas Rurais (CAPR) da Assembleia Legislativa de Rondônia, ressaltou a importância da regularização fundiária como um pilar fundamental para o desenvolvimento sustentável do agronegócio no estado, durante o 1º Fórum do Parlamento Amazônico, realizado em Brasília (DF).

O evento, que reuniu ministros, embaixadores de países vizinhos e parlamentares da Amazônia Legal, abordou temas estratégicos para a região, com destaque para a preservação ambiental e o desenvolvimento socioeconômico. Na ocasião, o deputado federal Lúcio Mosquini (MDB-RO) apresentou os desafios da regularização fundiária em Rondônia.

Luís do Hospital, como presidente da CAPR, enfatizou a relevância da regularização fundiária para o agronegócio rondoniense. "Ela garante segurança jurídica aos proprietários de terras, facilita o acesso ao crédito, estimula investimentos e impulsiona a produção agrícola", destacou o deputado.

Segundo o parlamentar, a regularização fundiária é fundamental para o combate ao desmatamento ilegal e à grilagem de terras. "Ao regularizar as propriedades, combatemos a especulação imobiliária e incentivamos o uso sustentável da terra", afirmou.

Luís do Hospital também ressaltou a importância da regularização fundiária para a promoção da justiça social no campo. "Ela garante o acesso à terra para as famílias de agricultores familiares e contribui para a redução da pobreza rural", disse.

O deputado concluiu reforçando o compromisso da Assembleia Legislativa de Rondônia com a regularização fundiária. "Continuaremos trabalhando para que esse tema seja priorizado na agenda do estado e do país", finalizou.


Fale conosco