• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, segunda-feira 15 de abril de 2024

Jovem de 22 anos é espancada, esfaqueada e encontrada em chamas às margens de BR

Layze Stephanie morreu depois de ser espancada, esfaqueada e queimada por sequestradores. Ela passou cerca de uma semana em cárcere privado


metropoles

Publicada em: 20/02/2024 11:11:58 - Atualizado

foto: metropoles

BRASIL: Uma jovem de 22 anos foi encontrada em chamas às margens da rodovia BR-040 em Pedro Leopoldo, Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG), na noite de segunda-feira (19/2). Ela teve 90% do corpo queimado e não resistiu aos ferimentos.

A vítima foi identificada como Layze Stephanie Gonzaga. Ela tinha sido sequestrada e mantida em cárcere privado desde o dia 11 de fevereiro. Além de queimada, a jovem foi espancada e esfaqueada sete vezes, segundo o G1 Minas Gerais.


Após ser espancada, foi queimada

Layze morava em Esmeraldas (MG) e os sequestradores chegaram a pedir R$ 30 mil da família para libertá-la. O Pix enviado pelos bandidos foi usado pela Polícia Militar de Minas (PMMG) para localizar e prender um casal suspeito. Os nomes dos presos não foram divulgados.

Um dos suspeitos do crime é um namorado de Layze. Ele é de Mato Grosso do Sul, não tem passagens e teria sido apresentado como namorado para a família da jovem durante o Carnaval.

Caminhoneiros encontraram a jovem em chamas na noite de segunda e ela foi socorrida em um hospital, mas morreu na madrugada de terça.

O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil de Minas Gerais, que acredita ser um crime ligado ao tráfico de drogas. Segundo a rádio Itatiaia, a mãe da moça afirmou que a jovem tinha envolvimento com o tráfico e devia dinheiro.

A própria família teria recebido ameaças para que essa dívida fosse quitada, caso contrário, a mulher seria morta.



Fale conosco