• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quarta-feira 28 de fevereiro de 2024

Angélica relata assédio sexual que sofreu na sua infância: 'Pedia para sentar no colo dele'

Apresentadora revelou fatídico acontecimento no novo programa apresentado por ela: 'Angélica: 50 & Tantos'


emoff

Publicada em: 27/11/2023 11:06:22 - Atualizado

Perto de completar 50 anos na próxima quinta-feira (30), Angélica estreou um novo programa no serviço de streaming do Grupo Globo, o "Angélica: 50 & Tantos". Durante o primeiro episódio da atração, a apresentadora recordou um assédio vivenciado por ela ainda na infância.

Vista no meio televisivo desde os 12 anos, Angélica foi vítima de assédio sexual de um “homem muito poderoso” e de alta relevância na classe artística. “Foi bem nessa época que um homem pedia para eu sentar no colo dele, nos bastidores da TV’”, relata.

A apresentadora pontua que não tinha discernimento para saber que estava sendo assediada pelo homem, cuja identidade não foi revelada. "Ele era um adulto, eu era uma criança. Eu fazia tudo sem entender. Hoje, eu entendo", declarou.

Além disso, a esposa de Luciano Huck contou que este homem sugeriu que ela adotasse o nome Lolita como identidade artística dela. A personagem pertence ao livro homônimo de Vladimir-Nabokov. Na trama literária, a menina Lolita era sexualizada pelo padrasto.

"Oi, eu sou Angélica! Faz quase 5 décadas que eu uso esse nome artístico, que também é meu nome no RG. Mas eu sou Angélica por um triz. Quando eu ia estrear na TV, um homem muito poderoso achava que meu nome artístico tinha que ser Lolita. Arram, Lolita, que nem a menina do livro", disse.

Veja o vídeo:



Fale conosco