• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 22 de fevereiro de 2024

Presa pelo assassinato do marido, Flordelis quer se casar na cadeia para ter visita íntima

Segundo escritor, Flordelis só aceitou se casar com Alan Soares, para ter visita íntima na cadeira


Redação

Publicada em: 28/11/2023 15:41:35 - Atualizado

Flordelis, de 62 anos, condenada a mais de 50 anos de prisão pelo assassinato do marido, está de casamento marcado. A ex-deputada está presa pelo assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo de Souza. No entanto, ela também está de casamento marcado com o produtor artístico Allan Soares, 28. Ela assumiu o namoro pouco antes da prisão da cantora, em 2021, no aniversário de 60 anos dela.

Contudo, durante uma entrevista do jornalista e escritor Ullisses Campbell no podcast da revista IstoÉ, onde fez algumas revelações. Ele, que autor da trilogia ‘Mulheres Assassinas’ – que conta a história de Suzane Von Richthofen, condenada por ser mandante da morte dos pais, Flordelis, que mandou executar o marido, e Elize Matsunaga, presa por matar e esquartejar o esposo, o empresário Marcos Matsunaga, revelou detalhes exclusivos sobre a criminosa.

Segundo o jornalista, a ex-deputada federal é viciada em sexo, e essa é a principal motivação de querer se casar na cadeia. “Ela quer se casar na cadeia para ter visita íntima. Ao mesmo tempo que ela (Flordelis) quer prisão domiciliar, quer se casar atrás das grades”, revela Campbell. A ex-pastora chegou a solicitar à direção do Instituto Penal Talavera Bruce, que fica no Complexo de Gericinó, em Bangu, no Rio, uma cerimônia religiosa, pois só pretende receber visitas íntimas após se casar oficialmente.

Flordelis viciada em sexo

Ainda durante a entrevista, o jornalista e escritor fez algumas revelações bombásticas sobre a vida da ex-pastora. “Flordelis não levava uma vida cristã como ela pregava para os fiéis. Antes dela mandar matar o ex-marido, eles tinham um relacionamento aberto. Ela era viciada em sexo e em casa de swing”, contou Ullisses Campbell.

Em seguida, ele também fala da relação com os filhos adotivos. “Os filhos adotivos de Flordelis começaram a se relacionar sexualmente entre si e ter filhos dentro da casa dela. Não tem como chamar isso de família. Eles não estudavam e nem trabalhavam”, completa o autor. A cantora, pastora evangélica e ex-deputada federal Flordelis dos Santos de Souza, de 62 anos, foi condenada a 50 anos e 28 dias de prisão pelo assassinato do marido Anderson do Carmo.

Flordelis foi condenada por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado, além uso de documento falso e associação criminosa armada. A ex-parlamentar cumpre pena na penitenciária Talavera Bruce, no Complexo de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio de Janeiro.






Fale conosco