• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quarta-feira 17 de abril de 2024

Após condenação de estupro de Daniel Alves, esposa se diz 'encurralada' pela mídia

Joana usou as redes sociais para desabafar sobre os últimos dias


ig

Publicada em: 27/02/2024 11:42:03 - Atualizado

Joana Sanz, esposa de Daniel Alves, usou as redes sociais para desabafar sobre o momento que vem vivendo, após a condenação do jogador a quatro anos e seis meses de prisão, pelo crime de agressão sexual na Espanha. A modelo revelou que esta sendo 'encurralada' pela imprensa.

Joana afirmou que por conta da pressão da mídia, em função da repercussão do caso do seu marido, a modelo acabou quebrando a tela do seu celular nos últimos dias. A seguir, confira o 'desabafo' na íntegra:

"Tenerife ainda é difícil para mim… Foram dias muito tristes, apesar de ter muitas pessoas que me amam lá. Fico triste por não poder ir lanchar com minha mãe ou levá-la à praia. Não consegui conter as lágrimas enquanto mergulhava no mar, lembrando de seus olhos castanho-esverdeados ou de sua risada. Passei por Barcelona para beijar meus amigos peludos, mas a mídia complica muito minha tranquilidade. Eles me encurralaram do lado de fora da minha casa e até deixei cair meu telefone no chão, quebrando a tela (obrigado). Então fui para Madrid e pude ser um pouco feliz no meio de todo o caos. Obrigada às pessoas que me levantam do chão e me lembram que não existem apenas lágrimas de tristeza".

A condenação de Daniel Alves

A sentença contra o jogador foi anunciada na última quinta-feira (22), pela juíza Isabel Delgado Pérez, da 21ª Seção da Audiência de Barcelona. Além da pena de quatro anos e meio, também foi decidido pela Justiça que o atleta seja supervisionado pelo período de cinco anos, após ele ganhar liberdade. Além disso, o brasileiro terá de ficar afastado da vítima por nove anos e deve pagar a ela uma indenização de 150 mil euros (aproximadamente R$ 804 mil). A defesa do atleta irá recorrer da decisão.



Fale conosco