• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sábado 25 de maio de 2024

Se deram mal: Polícia Militar prende dupla que tentava passar cheques clonados em comércio


Publicada em: 13/07/2018 17:07:09 - Atualizado


RONDÔNIA, JI -PARANÁ: Os dois suspeitos chegaram até a loja e fizeram um orçamento no valor aproximado de R$ 13 mil reais. Em seguida, eles falaram ao vendedor que queriam pagar com cheque. Ao perceber que se tratava de um golpe, o funcionário chamou a Polícia.

Na tarde dessa quinta-feira, dia 12, a Polícia Militar, em Ji-Paraná, prendeu dois jovens tentando pagar uma compra de valor alto em uma loja de equipamentos agrícolas com cheques clonados. De acordo com a Polícia, os dois suspeitos chegaram até a loja e fizeram um orçamento no valor aproximado de R$ 13 mil reais. Em seguida, eles falaram ao vendedor que queriam pagar com cheque. Ao perceber que se tratava de um golpe, o funcionário chamou a Polícia.

Quando uma Guarnição de Rádio Patrulha chegou no local, um dos suspeitos correu para o banheiro e jogou duas folhas de cheque no lixo, sendo que uma delas estava em branco. Durante a abordagem, os suspeitos, identificados como João Paulo da Silva Rodrigues, de 32 anos, e Diego de Oliveira Brizon, de 22 anos, residentes no município de Cacoal, não souberam explicar a origem dos cheques e se contradiziam a todo momento.

Os PM’s conseguiram localizar o verdadeiro dono do cheque e descobriram que as folhas eram clonadas.

Enquanto os policiais realizavam a abordagem, dois funcionários de outra loja de suplementos agrícolas apareceram no local e falou que os dois suspeitos haviam realizado pagado uma compra de R$ 1.200 reais com uma folha de cheque clonada.

Os policiais também constataram que a mesma dupla aplicou vários golpes no comércio de Ariquemes.

Diego de Oliveira Brizon é um velho conhecido da polícia, em Cacoal, pois já foi preso dezenas de vezes por Roubo, Furto e Tráfico de Drogas.

Diante da situação, os suspeitos receberam voz de prisão e foram conduzidos para a UNISP.


Fale conosco