• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quarta-feira 6 de julho de 2022

PC realiza operação contra corrupção na Semusa em Candeias do Jamari

Por dentro da investigação – da instauração do inquérito policial ao cumprimento das medidas cautelares.


PC/RO

Publicada em: 17/05/2022 09:03:01 - Atualizado


CANDEIAS DO JAMARI, RO - A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por meio da Delegacia de Combate à Corrupção – DECOR cumpriu, na manhã de hoje, medidas cautelares de busca e apreensão que inauguraram a fase ostensiva da denominada “Operação Derision”.

As equipes de policiais da DECOR com o auxílio da DRACO – Delegacia de Repressão ao Crime Organizado, DRLD – Delegacia de Repressão à Lavagem de Dinheiro e demais unidades que compõem o DEPARTAMENTO DE ESTRATÉGIA E INTELIGÊNCIA, cumpriram 06 (seis) mandados de busca e apreensão em residências de empresários e também na residência do servidor que labora na SEMUSA - Secretaria Municipal de Saúde do município de Candeias do Jamari/RO.

Por dentro da investigação – da instauração do inquérito policial ao cumprimento das medidas cautelares.

A ação desta manhã é resultado da investigação materializada no Inquérito Policial nº 02/2022-DECOR, que teve início a partir de denúncia anônima dando conta de possível direcionamento em processos administrativos para aquisição de insumos que seriam utilizados no combate à pandemia da COVID-19 - para atender a Secretaria Municipal de Saúde - SEMUSA do Município de Candeias do Jamari.

Os elementos trazidos aos autos deram conta de que as duas contratações realizadas, por meio de dispensa de licitação, não demonstraram a vantajosidade da aquisição, além de outros indícios que fundamentam as aquisições pelo Setor Público, e que beneficiaram diretamente dois empresários envolvidos, com a participação direta do SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE CANDEIAS DO JAMARI.

Destaca-se que todas as medidas representadas pela autoridade policial foram deferidas pela 1ª Vara Criminal do Estado de Rondônia.

As diligências desta manhã visam robustecer o arcabouço probatório do inquérito policial, possibilitando a individualização das condutas de todos os envolvidos nas práticas delitivas, além do almejado ressarcimento ao erário.

O nome da operação, Derision significa na tradução inglesa “escárnio”, remetendo ao substantivo de desdém ou menosprezo com a res publica, dando conotação à forma de que a administração pública daquele município demonstra tratar os recursos recebidos.