• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quarta-feira 6 de julho de 2022

Adolescente é identificada pela polícia como autora de ameaças de massacre em Escolas

Na casa da jovem, os agentes apreenderam celular, e uma máscara do personagem fictício Jason Voorhees, assassino da série de filmes slasher Sexta-Feira 13.


rondonotícias

Publicada em: 20/05/2022 11:59:28 - Atualizado



PORTO VELHO -Uma operação da Polícia Civil, apreendeu uma menor em Porto Velho e desvendou um plano de massacre  no Instituto Estadual de Educação Carmela Dutra, localizado na Avenida Farquar no bairro Arigolândia em  Porto Velho. 

Na casa da jovem, os agentes apreenderam celular, facas curvadas, simulacros de arma de fogo, notebook contendo provas do crime e uma máscara do personagem fictício Jason Voorhees, assassino da série de filmes slasher Sexta-Feira 13.

A ação foi realizada pelo Departamento de Estratégia e Inteligência em  conjunto com a Delegacia Especializada em Apuração a Atos Infracionais. Segundo as investigações, uma aluna teria recebido ameaças terroristas via aplicativo telegram, feitas por um perfil fake cujo teor o criminoso exibia armas de fogo e munições afirmando que atiraria nos alunos da escola.

Os policiais civis identificaram a autora das ameaças. Diante das informações, a autoridade policial solicitou a busca na residência da menor, que foi cumprido nessa manhã.A adolescente de 17 anos foi localizada em Porto Velho-RO. Aos policiais e na presença da genitora, ela confessou o fato e delatou a participação de uma colega de 16 anos.

A DEAAI acredita que a jovem inspirou suas pretenções no cenário de filmes de terror. A especializada levantou indícios que a menor pretendia praticar canibalismo contra possíveis vítimas.A jovem será responsabilizada na forma do estatuto da criança e do adolescente, por ato infracional análogo ao crime de ameaça, em procedimento devido.

A Polícia Civil alerta que a internet não é um espaço sem qualquer fiscalização ou vigilância.
Mesmo que os criminosos tentem se esconder, a polícia sempre os identificará e os responsabilizará na forma da lei.
A Polícia Civil de Rondônia demonstrou mais uma vez preparo para lidar com situações dessa natureza, preservando a vida e garantindo justiça, paz e proteção.

ENTENDA O CASO: 

Em abril uma conta no Twitter fez uma série de ameaças a alunos e professores do colégio Carmela Dutra, em Porto Velho.

A conta @iyndrt (D33ploy) fez uma sequência de postagens ameaçadoras, mostrando armas e fazendo acusações confusas contra a diretora da escola e professores.

As ameaças iniciaram no dia 28 de março deste ano, mas as postagens viralizaram no dia 04 de abril.  Os prints circularam nas redes sociais trazendo medo aos pais e alunos.

As aulas tiveram que ser suspensas no dia 05 por medidas de segurança. 

“Na mensagem ‘terrorista’, a autora dizia que a escola teria uma surpresa na data do dia 05, e mostrava fotos de armas. 

MAIS OCORRÊNCIAS:
Aulas são suspensas após conta no Twitter ameaçar escola Carmela Dutra