• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sábado 20 de julho de 2024

Vaza vídeo de Bolsonaro usado pela Polícia Federal e imagens não incriminam o ex-presidente; assista

Vídeo de reunião de Bolsonaro com ministros serviu de base para que a Polícia Federal deflagrasse a Operação Tempus Veritatis


metropoles/oglobo

Publicada em: 09/02/2024 10:55:46 - Atualizado

O vídeo da reunião entre o ex-presidente Jair Bolsonaro, ministros e assessores serviu como base para a operação realizada pela Polícia Federal nesta quinta-feira (8/2). Parte desses vídeos foi divulgada em primeira mão pela colunista Bela Megale, de O Globo, e depois recebidos também pelo Metrópoles. Nas gravações, Bolsonaro pressiona seu entorno a agir antes das eleições de 2022 para se manter no poder.

O encontro aconteceu em 5 de julho de 2022. Em um dos momentos, o ex-presidente sugere que acredita em fraudes nas eleições para que a esquerda ganhe.

Em nenhum momento o ex-presidente fala em golpe de estado ou golpe militar.

“Nós sabemos que, se a gente reagir depois das eleições, vai ter um caos no Brasil, vai virar uma grande guerrilha, uma fogueira no Brasil. Agora, alguém tem dúvida de que a esquerda, como está indo, vai ganhar as eleições? Não adianta eu ter 80% dos votos. Eles vão ganhar as eleições”, discursa para os ministros.

O ex-presidente afirma que não dá para esperar chegar as eleições para que alguma medida seja tomada e que “todos aqui, como todo povo ali fora, têm algo a perder”. E lembra que parou de falar sobre o assunto (não chega a completar o termo “voto impresso”) para os apoiadores.

Veja os vídeos:



Fale conosco