• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sexta-feira 19 de julho de 2024

PSB já discute lançar candidatura de Jesualdo ao Governo do Estado

Entretanto, diante do crescimento do nome de Jesualdo no meio político...


Jocenir Santanna

Publicada em: 11/06/2018 11:10:22 - Atualizado

PORTO VELHO – Ao deixar o comando da prefeitura de Ji-Paraná com o maior índice de popularidade do interior do estado, Jesualdo Pires estava certo de que seria o candidato do Partido Socialista Brasileiro (PSB) ao Senado da República. São duas vagas em disputa e o também ex-deputado estadual tentaria uma cadeira na Câmara Alta.

Entretanto, diante do crescimento do nome de Jesualdo no meio político, lideranças do PSB já discutem uma virada de mesa e começam a articular uma pré-candidatura de Pires ao Governo do Estado.

O assunto foi tratado em uma reunião informal da diretoria do partido que discutia encaminhamentos ao pleito deste ano e já ganha espaço nos bastidores. Com a ratificação de apoio do atual governador à pré-candidatura do senador Acir Gurgacz (PDT), diretores do partido levantaram a hipótese do nome de Jesualdo para o executivo estadual. A ideia foi vista com um pouco de receio no início, mas logo em seguida começou a ganhar espaço no partido.

O ex-prefeito de Ji-Paraná não teria dito nem sim, nem não, apenas afirmando se tratar de um soldado do partido para o desafio que a legenda propuser.

Com a proximidade do pleito de outubro, os bastidores da política estão fervendo em Rondônia e a possível candidatura de Jesualdo cresce na opinião pública. Deputado Estadual por dois mandatos e prefeito reeleito de Ji-Paraná, com bom trânsito com todos os partidos, embora o pouco tempo que ainda resta, não seria difícil construir uma aliança forte para a disputa, analisam os propositores.

Outro lado

Articuladores colocam, inclusive, Jesualdo Pires e o PSB como opção para os partidos próximos o ex-governador Ivo Cassol, como o PSDB, PSD, PPS, PSDC, PR e o próprio PP, que não tem ainda um nome de consenso para a disputa. Essa situação, entretanto é bastante complicada, uma vez que isso provocaria um racha no PSB, que apesar de estar dividido entre candidatura própria e apoio a outra legenda, ainda consegue conversar.

O presidente do PSB, ex-prefeito de Porto Velho Mauro Nazif, que é pré-candidato a deputado federal ainda não se manifestou sobre as discussões internas do partido e Recentemente ele também declarou que o partido andaria junto com o PDT, mas como o partido é democrático, a vontade da maioria deve prevalecer, podendo seguir em qualquer uma das direções.

Nas visitas que tem feito pelo estado em busca de apoio para a sua candidatura quando perguntado sobre a possibilidade de disputar o governo do estado, Jesualdo tem desconversado, dizendo que é pré-candidato ao senado, mas que, como membro do partido, precisa passar pela convenção e que disputará o que o partido achar melhor para a legenda.

Na opinião de pessebistas, o compromisso é do atual governador com o senador e não do partido.


Fale conosco