• Porto Velho

    sexta-feira 30 de julho de 2021

Vacinação a passos de cágado


Por Valdemir Caldas

10/06/2021 22:10:53 - Atualizado

O mapa da vacinação fala por si só. Rondônia é o estado que menos vacinou contra a covid-19. Uma lástima! Em nível municipal, a situação vai de mal a pior. Porto Velho ostenta números pífios nessa modalidade. Na escuridão da inércia, ambos brigam pela lanterna. Enquanto alguns municípios avançam em ritmo acelerado no processo de vacinação, por aqui, a coisa vai devagar, quase parando.

A resposta para isso, de tão óbvia, parece-me supérflua. Considerando a grande quantidade de vacinas que o estado recebeu, até agora, não se tem dúvida de que a raiz do problema reside na incompetência, e não na falta de imunizantes. Agora imagine se tivéssemos recebido os quase um milhão e meio de doses de vacinas que foram prometidas em tempo recorde, o nó seria mais difícil de desatar.

É incrível a capacidade que algumas pessoas têm para transformar algo simples numa coisa complexa. Mas aí estão os exemplos para quem quiser vê-los. Ora autoridades do estado falam uma coisa; ora representantes do município dizem outra coisa. No fundo, ninguém se entende. É uma bagunça generalizada. A essa altura do campeonato, ainda não temos um calendário de vacinação definido.

Por conta disso, a cada dia surgem grupos prioritários, criados a torto e a direito, dependendo das conveniências políticas, em cabal desacordo com as normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde. Isso para não falar nos fura filas, que sempre dão um jeito de corpo para avançar na frente dos outros. Enquanto ninguém se entende, a vacinação caminha a passos de cágado.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.