• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, segunda-feira 15 de abril de 2024

Sereia do sexo atraiu o próprio cafetão para ser executado pelo namorado em lixão, revela polícia

Ana Clara, conhecida como a sereia do sexo, a pivô do assassinato, escondia do namorado, Antônio de 65 anos, que fazia programas com a ajuda de Glaudêncio Santos.


portal cm7

Publicada em: 02/04/2024 10:55:57 - Atualizado


BRASIL: Um crime brutal teve sua investigação totalmente desvendada nesta segunda-feira (1), quando Antônio Pereira Martins, foi preso por matar a sangue frio o cafetão Glaudêncio Santos, 41. 

Ana Clara, conhecida como a sereia do sexo, a pivô do assassinato, escondia do namorado, Antônio de 65 anos, que fazia programas com a ajuda de Glaudêncio Santos. 

Ao descobrir a profissão da companheira, Antônio ficou totalmente descontrolado e mandou a mulher atrair o cafetão para uma emboscada, que resultaria na morte do cafetão com requintes de crueldade. 

A jovem foi alvo da Operação Canto da Sereia, desencadeada pela 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia) em fevereiro deste ano, onde foi presa por participação no crime. No entanto, a identidade da criminosa veio à tona apenas recentemente. A prostituta Ana Clara Silva dos Santos, de 20 anos, postava fotos sensuais em uma rede social privada para atrair clientes. 

O crime 

Em novembro do ano passado, o corpo do cafetão foi encontrado no lixão do Morro do Sabão, no Parque Gatumê, em Samambaia. Gaudêncio acabou torturado e queimado, ainda vivo, em meio a pneus, no chamado “micro-ondas”. 

A identificação da vítima foi dificultada devido ao estado do corpo, que estava completamente carbonizado. As investigações da 26ª DP revelaram que Glaudêncio, que atuava como garoto de programa e também agenciava algumas mulheres no mercado do sexo, foi atraído para o local do crime sob o pretexto de fazer uma oferenda religiosa. 

A vítima e a prostituta tinham o costume de realizar oferendas juntas, o que não despertou nenhuma desconfiança no cafetão. 

Prisão 

O namorado da garota de programa foi preso pelas equipes da 26ª DP em 28 de março. Antônio Pereira Martins estava foragido desde 7 de fevereiro, data em que a prostituta foi presa. 

Segundo informações que chegaram à polícia, o homem abandonou a residência em quem morava ao saber da possibilidade de ser preso e passou a transitar entre as regiões de Ceilândia, Taguatinga e algumas cidades no Entorno do DF. 

No dia 28 de março, a PCDF recebeu a informação de que ele havia voltado para Samambaia e foi até o endereço para capturá-lo. 

No local, ao tomar conhecimento da presença policial, o homem se armou com uma faca e correu para um barraco, onde tentou tirar a própria vida com um golpe no pescoço e outro no tórax. Os policiais conseguiram intervir e prestaram os primeiros socorros. 

O criminoso foi levado a um hospital para receber atendimento médico.


Fale conosco