• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sexta-feira 12 de julho de 2024

Estudo internacional aponta município de Porto Velho como a pior Capital do Brasil

Necessidades humanas básicas, fundamentos para o bem-estar e oportunidades, são os pontos analisados...


Rondonoticias

Publicada em: 05/07/2024 15:39:23 - Atualizado

PORTO VELHO-RO: Porto Velho é a capital brasileira que oferece a pior qualidade de vida aos seus cidadãos, é o que aponta o levantamento IPS Brasil, que aplicou em seus cálculos uma metodologia internacional que mede o bem-estar da população chamada Índice de Progresso Social – IPS.

Necessidades humanas básicas, fundamentos para o bem-estar e oportunidades, são os pontos analisados pelo IPS. Cada um desses pontos possui quatro componentes, como taxa de homicídio, alfabetização, entre outros, e Porto Velho obteve a pior nota entre todas as capitais brasileiras.

A pontuação que a cidade de Porto Velho obteve no cálculo IPS foi de 57,10. Entre as piores, a capital de Rondônia foi seguida por Macapá (58,03), Maceió (62,37) e Belém (62,52). Já, a cidade com maior nota é Brasília (71,25), seguida por Goiânia e Belo Horizonte.

Para chegar a esse resultado, o IPS Brasil filtrou mais de 300 indicadores de órgãos oficiais e de institutos de pesquisa, como o DataSUS, Conselho Nacional de Justiça, Mapbiomas, Anatel e CadÚnico.

Pela primeira vez, um estudo aplicou o Índice de Progresso Social (IPS), uma metodologia internacional que calcula o bem estar da população a partir de dados oficiais, em todas as cidades brasileiras. Com isso, foi elaborado um ranking sobre a qualidade de vida dos 5.700 municípios do país. Entre as capitais, a melhor é Brasília (DF) e a pior Porto Velho (RO). Já o melhor estado é São Paulo e o pior o Pará.

Esse levantamento, chamado IPS Brasil, filtrou mais de 300 indicadores até chegar a 52, entre órgãos oficiais e de institutos de pesquisa, como o DataSUS, Conselho Nacional de Justiça, Mapbiomas, Anatel e CadÚnico. Os únicos dados inéditos foram os dois produzidos pelo Mapbiomas, sobre áreas verdes e disponibilidades de praças.

O IPS é dividido em três dimensões principais: Necessidades Humanas Básicas; Fundamentos para o Bem-estar; e Oportunidades. Cada uma delas tem quatro componentes, e formam a média final. Mas cada componente é formado por alguns (normalmente de três a cinco) indicadores, com pesos entre eles. Por exemplo, no componente de segurança, o dado de taxa de homicídio tem peso maior que o de morte de jovens.

A pior nota coube à cidade de Porto Velho (57,10), seguido por Macapá (58,03), Maceió (62,37) e Belém (62,52). A cidade com maior nota é Brasília (71,25) seguida por Goiânia e Belo Horizonte.


Fale conosco