• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 22 de fevereiro de 2024

O dia na História - Compilação do jornalista Lúcio Albuquerque


Lúcio Albuquerque

Publicada em: 12/10/2023 12:15:27 - Atualizado

O DIA NA HISTÓRIA

RONDÔNIA
1910 – Inaugurado o serviço telegráfico de Vilhena, com a transferência da estação para a Casa onde funciona o Museu Rondon.
1919 – O capitão Alencarliense da Costa, chefe do 27º Distrito
Telegráfico, relata a Candido Rondon a implantação do telégrafo até as prefeituras do Acre, a partir de Presidente Marques (Abunã).
1940 – Segundo dia de Getúlio Vargas a Porto Velho. Na agenda, ver obra da, hoje, BR-364, visita a um sítio, entrevista à revista Life (EUA) homenagens e baile no Clube Internacional.
1978 – Humberto Guedes torna-se o primeiro governador do Território a visitar Rolim de Moura.
1978 – Inaugurada a Rádio Alvorada, a primeira de Ji-Paraná.
1989 – A determinação do Itamaraty de doar 2 geradores de luz de Porto Velho, à Guiana, “é um crime contra nosso povo”, acusou o deputado Osvaldo Piana.
2004 - Falece Beatriz Ferreira da Silva, a 1ª professora contratada em Ji-Paraná, então Vila Rondônia

COMEMORE
Dia das Crianças. Dia Nacional da Leitura. Dia Nacional do Mar. Dia do Corretor de Seguros. Dia do Engenheiro Agrônomo.
Católicos celebram Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Santo Hedisto. São Serafim de Monte Granaro.

BRASIL
1822 — O Brasil oficialmente declara sua independência de Portugal, e Pedro I do Brasil é aclamado Imperador. 1808 – D. João VI cria o Banco do Brasil. 1931 - A estátua do Cristo Redentor foi inaugurada no morro Corcovado (RJ). 1992 – O deputado Ulysses Guimarães morre em um acidente, um caso, para muitos, não explicado.

MUNDO
1492 – Data histórica da chegada de Cristóvão Colombo à América. 1810 - Os cidadãos de Munique realizam a primeira Oktoberfest.

GETÚLIO EM PORTO VELHO

Apesar da inegável importância do diretor-geral da EFMM Aluízio Ferreira para a região, e de uma sempre citada “amizade pessoal” dele com o presidente Getúlio Vargas, a vinda do chefe da Nação a Porto Velho foi uma parte de um programa muito maior, chamada “Marcha para o Oeste”, para “a transformação das fronteiras políticas do Sul, Oeste e Norte em fronteiras econômicas”, conforme o historiador Aleks Palitot.

Outro historiador, Francisco Matias (1952/2021), em artigo publicado em 2014 destacou: “Vargas estava em vias de executar um amplo projeto geoestratégico de criar territórios federais na Amazônia”. Ele continua, lembrando que já em 1931 Getúlio havia nacionalizado a ferrovia-Madeira-Mamoré, em 1932 a instalação de contingentes militares em Porto Velho, Guajará-Mirim e Forte Príncipe”.

Na visita a Manaus, entre 9 e 11 de outubro, Vargas delineou seus projetos para a região, no “Discurso do Rio Amazonas” (http://obrasraras.fcp.pa.gov.br/publicacao/discurso-do-rio-amazonas/). O presidente citou propostas de investimentos, ações sociais, infraestrutura, proteção aos indígenas, meio ambiente, entre outros temas.
(Foto: Capa do Jornal Alto Madeira, 2.10.1940).



Fale conosco