• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 22 de fevereiro de 2024

Cruzeiro anuncia Paulo Autuori como técnico interino até o fim do Campeonato Brasileiro

Diretor do Cruzeiro tem a missão de salvar o time do rebaixamento


GE

Publicada em: 14/11/2023 10:34:43 - Atualizado

Paulo Autuori é o nome escolhido para o comando do Cruzeiro até o fim desta temporada. O diretor celeste ocupa a vaga de treinador deixada por Zé Ricardo no último domingo. A missão do novo técnico é salvar o time do rebaixamento.

Autuori está no clube como diretor-técnico desde agosto deste ano. O Cruzeiro informou que "após debates e análises sobre o próximo comandante da equipe, Paulo Autuori atendeu à solicitação da diretoria do Cruzeiro".

O treinador do sub-20, Fernando Seabra, e o auxiliar permanente, Vinicius Rovaris, vão compor a comissão que vai acompanhar Autuori nos próximos seis jogos.

O time chegou a tentar a contratação de Vanderlei Luxemburgo, mas sem sucesso. O Cruzeiro afirma que "o objetivo é que o clube mantenha o seu alinhamento operacional interno e concentre todas as forças e energias para os próximos seis jogos da competição".

O novo treinador pega o time em 17º lugar, com 37 pontos, um a menos que o Bahia, primeiro time fora da zona do rebaixamento. O Cruzeiro tem dois confrontos diretos com clubes que também lutam contra o descenso para a segunda divisão. Vasco e Goiás são jogos importantíssimos para a permanência do time na série A.

Passagens pelo Cruzeiro

Paulo Autuori já tem três passagens pelo Cruzeiro como técnico. A primeira foi em 1997, quando conquistou a Libertadores. Ainda trabalhou na Toca em 2000 e 2007. O retorno para a função de diretor técnico, trabalhando próximo à comissão e ao elenco, ocorreu no início de agosto.

Paulo Autuori tem 67 anos e vasta experiência no futebol mundial, seja como técnico ou fora das quatro linhas. O último trabalho foi como treinador do Atlético Nacional, da Colômbia, mas, antes disso, vinha exercendo funções nos bastidores.

Também à beira do campo, conquistou a Libertadores e o Mundial de 2005, com o São Paulo, além do Brasileirão de 1995, com o Botafogo. Acumula ainda passagens por Bulgária, Catar, Japão, Peru e Portugal.




Fale conosco