• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quarta-feira 19 de junho de 2024

Reserva de Tite, Gabigol do Fla ironiza craque Zico e está na mira do Corinthians

O atacante de 27 anos conseguiu com uma postagem atrair toda a mídia brasileira.


r7

Publicada em: 16/11/2023 10:38:01 - Atualizado

Ele é o jogador no Brasil que melhor sabe manipular a mídia.

Encontrar meios para estar nas manchetes.

Mesmo estando encostado no banco de reservas há nove partidas.

E há 12 não faz um mísero gol, para justificar seu apelido.

Mesmo assim segue abrindo portais da Internet, sendo o principal assunto em programas de discussão sobre futebol na tevê e também no rádio.

Único a ironizar o fato de Zico ter conquistado pelo Flamengo 'apenas' uma Libertadores, enquanto ele 'tem' duas.

Mesmo na sua pior temporada, Gabigol mostra não ter limites.

Tem respaldo para ir além do bom senso.

Mesmo sem mercado na Europa, depois dos fracassos na Inter de Milão e no Benfica, e por já estar com 27 anos, o Flamengo negocia desde o início do ano a antecipação de renovação de seu contrato.

O medo de perdê-lo é real.

Os dirigentes rubro-negros oferecem cerca de R$ 2 milhões por mês ao atleta. E contrato de cinco anos, até 2028.

Ele ganha R$ 1,6 milhão por mês. Seu vínculo vai até dezembro de 2024. Ou seja, ele pode assinar com qualquer outro clube um pré-contrato em junho do próximo ano e sair 'de graça' da Gávea.

Tirando salários, premiações e bônus, sim, no contrato há bônus, o Flamengo já investiu mais de R$ 90 milhões ao comprá-lo da Inter de Milão. Deixá-lo sair sem render um centavo seria uma derrota para a administração Rodolfo Landim.

A situação de Gabigol é bastante complexa.

Ele ficou absolutamente abatido ao ser desprezado por Tite e ter ficado de fora da Copa do Catar. Era o seu maior sonho quando voltou ao Brasil, em 2018, ainda jogando pelo Santos. A partir de 2019, na equipe mais popular do país e acumulando gols, ele tinha certeza que iria ser um dos escolhidos para tentar resgatar o Mundial ao país.

Foi o brasileiro que mais marcou entre 2018 e 2022. 151 vezes. Inclusive em três finais de Libertadores. Sua idolatria fez Tite convocá-lo para amistosos e jogos pelas Eliminatórias. O treinador não tolerava sua postura egocêntrica, já tinha de administrar Neymar. E o prejudicou. O escalando como atacante fixo, parado como um poste, entre os zagueiros adversários. Impediu que se movimentasse pelos lados, como fazia, com brilhantismo, no Flamengo. Resultado: Gabigol ficou sem a Copa e Tite tinha a desculpa que o convocou e ele jogou mal. Porque atuou como não rende.

Ficou de fora, mesmo com o Brasil levando nove atacantes ao Catar. Entre eles, Pedro, que era seu reserva.

E o destino fez com que Tite, depois de fracassar na sua segunda Copa consecutiva, se tornasse o treinador do Flamengo. E, por coerência, o tornou reserva absoluto de Pedro. Não o colocou como titular sequer em uma partida.

Ninguém se esqueceu de Gabigol se postando como 'maestro' da torcida em um coro com palavrões contra Tite, pouco antes do Mundial do Catar.

Mesmo acumulando seu 90º cartão, 81 amarelos e nove vermelhos no Flamengo, sendo expulso diante do Fluminense, seu nome não para de ser especulado.

O ex-jogador, conselheiro, candidato a presidente do Corinthians em 2026, e agora apresentador de tevê, Neto, fez questão de garantir.

O Corinthians vai vender Yuri Alberto e, com o dinheiro, comprar Gabigol, em 2024.

Situação difícil porque a multa do atacante do Flamengo é de 35 milhões de euros, cerca de R$ 184 milhões. Embora a multa de Yuri Alberto seja de 50 milhões de euros, cerca de R$ 263 milhões, seu valor de mercado é muito mais baixo. O site especializado em transferências, transfermarkt, cota seus direitos em 16 milhões de euros, cerca R$ 84 milhões.

Mas seria a certeza de que o Corinthians teria um jogador capaz de atrair a mídia, tirar o foco dos ínumeros problemas administrativos, como a dívida 'eterna' do estádio.

A força midiática de Gabigol também chegou ao Palmeiras. Depois de uma rápida conversa e um abraço na presidente Leila Pereira, conselheiros ficaram assanhados atrás de informações, se haveria a chance de o clube paulista contratá-lo. Abel Ferreira não quer o perfil personalista no elenco.

Mesmo equipes que mais provocou como Grêmio, Atlético Mineiro e Internacional gostariam de tê-lo no elenco.

Mas está claro que não faltam opções, clubes interessados no jogador, mesmo no seu pior momento. E nas mãos de um treinador que já demonstrou o quanto não acredita nele. E que detesta atuar com dois atacantes.

Pois o futuro de Gabigol pode passar por uma situação silenciosa na Gávea. O constante interesse de equipes europeias em Pedro.

O jogador de 26 anos pode ser vendido. Ele é o atleta que mais interessa aos empresários que negociam com a Arábia e com a Europa. Os dois mercados estarão abertos em janeiro de 2024.



Fale conosco