• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 13 de junho de 2024

Flamengo poupa meio time para enfrentar Bolívar em La Paz nesta quarta, 24

Tite vai precisar quebrar a cabeça para definir a escalação. Nesta terça-feira, o clube comunicou que sete jogadores ficariam no Rio de Janeiro


ESTADAO CONTEUDO

Publicada em: 24/04/2024 09:09:18 - Atualizado

BRASIL: O Flamengo vai ter um grande desafio nesta quarta-feira, quando vai à Bolívia enfrentar o Bolívar, a partir das 21h30 (de Brasília), no Estádio Hernando Siles, pela terceira rodada da Copa Libertadores.

Além da altitude de La Paz (mais de 3.600 metros), o campeão carioca encara um dos únicos times com 100% de aproveitamento. Ao lado de Atlético-MG e River Plate-ARG, o time boliviano ganhou seis pontos e lidera o Grupo E, seguido pelo rubro-negro carioca, com quatro.

Tite vai precisar quebrar a cabeça para definir a escalação. Nesta terça-feira, o clube comunicou que sete jogadores ficariam no Rio de Janeiro. Um comunicado oficial explicou cada ausência. O meia Everton Cebolinha continua machucado, tratando de uma lesão na panturrilha direita. Outros dois foram vetados por questões médicas: o volante Allan apresenta traços falcêmicos, com falta de oxigenação nos tecidos e que podem prejudicar a alta performance em altitude, enquanto o zagueiro Léo Pereira apresentou um quadro viral.

Os demais ausentes são por opções físicas e técnicas: os laterais Varela e Ayrton Lucas; o volante Erick Pulgar, o meia Arrascaeta e o atacante Pedro. Eles não foram relacionados de acordo com o planejamento da comissão técnica, "sempre guiada pela ciência na busca da mais alta performance".

Com tantas baixas, o time vai ter uma formação bem diferente e considerada mais fraca tecnicamente. A defesa vai ser bem resposta com as entradas dos laterais Wesley e Viña, além dos zagueiros Léo Ortiz e David Luiz, acostumados a jogar. No meio-campo apesar das presenças de De la Cruz e Gerson, entram os novatos Igor Jesus e Victor Hugo, enquanto no ataque Lorran fará companhia a Bruno Henrique.

Preocupada com a altitude, a comissão técnica optou por se hospedar em Santa Cruz de la Sierra, que fica a apenas 400 metros acima do nível do mar. Tite usou este expediente algumas vezes quando dirigia a seleção brasileira. A distância até La Paz é pouco mais de 800 quilômetros.

O Bolívar está com todas as atenções voltadas para a Libertadores depois de ter sido eliminado nas quartas de final do Campeonato Boliviano pelo SA Bulo Bulo - perdeu a ida por 1 a 0 e empatou na volta por 1 a 1.

Destaque para a dupla de ataque formada pelos brasileiros Bruno Sávio, ex-Guarani e América-MG, e Francisco da Costa, surgiu no São José-RS e atuou toda a carreira fora do país. O elenco ainda tem o argentino Pato Rodríguez, que passou pelo Santos.



Fale conosco