• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sábado 15 de junho de 2024

Cássio deixa o Corinthians após 12 anos; veja a despedida do goleiro

Saída do goleiro foi oficializada pelo clube nesta sexta-feira (17)


cnn

Publicada em: 17/05/2024 16:38:40 - Atualizado


Cássio não é mais goleiro do Corinthians. O clube anunciou a saída do jogador na tarde desta sexta-feira (17). Doze anos após a estreia diante do XV de Piracibaba, pelo Campeonato Paulista de 2012, o atleta deixa o Timão com nove títulos conquistados, marca que o credencia como o goleiro mais vitorioso da história do Timão.

Aos 36 anos, Cássio marcou época no Corinthians, sendo o goleiro dos títulos da Libertadores e do Mundial

    “Fala, torcedor corintiano. Estou aqui depois de 12 anos e cinco meses para me despedir de vocês. Falar que meu ciclo neste momento está se encerrando. Vim aqui agradecer a vocês, por tudo o que eu vivi aqui, pelos momentos que eu vivi aqui com essa camisa e nessa instituição que eu respeito muito”, disse Cássio, em vídeo publicado pelo Corinthians nas redes sociais.

    Vocês estiveram junto comigo, me apoiaram, me ajudaram, me criticaram, e isso faz parte do trabalho também. Gostaria de agradecer a todos os presidentes, os treinadores, todos os jogadores com quem eu convivi aqui e, especialmente, a todos os funcionários. Fica o meu muito obrigado por tudo o que eu vivi aqui. Sou eternamente grato por todo o carinho, por todo respeito e por tudo o que a gente viveu aqui. Um grande abraço!

    Veja o vídeo:


    Cássio

    A rescisão de contrato vem depois de o goleiro ser alvo de críticas de torcedores e colocado no banco de reservas pelo técnico António Oliveira. A última partida dele como titular no gol do Timão foi contra o Argentinos Juniors, pela Copa Sul-Americana, em 23 de abril. O Corinthians foi derrotado por 1 a 0.

    Cássio já se despediu do elenco e de funcionários do clube. O vínculo dele com o Corinthians era válido até o dia 31 de dezembro deste ano. A diretoria alvinegra ofereceu uma proposta de renovação ao goleiro, mas Cassio preferiu não aceitar.

    No início da tarde, o presidente do Corinthians, Augusto Melo, lamentou a saída de Cássio.

    “Uma pena, ídolo nosso, mas faz parte. Vida que segue, que seja feliz. É nosso maior ídolo, tentamos de tudo. Prevaleceu a vontade dele, a gente apoia sempre, desejamos tudo de melhor”, disse Augusto na saída do CT Joaquim Grava.



    Fale conosco