• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 19 de maio de 2022

Imprevisível, Corinthians de Vítor Pereira mostra nova faceta na rota de ser "transformer"

Técnico português muda o sistema do time e vence a Portuguesa-RJ por 2 a 0 na Copa do Brasil


ge

Publicada em: 12/05/2022 10:19:54 - Atualizado

O torcedor do Corinthians tem de cabeça a formação de vários times campeões. Nomes e posições de 1 ao 11, com um ou outro reserva que entra mais vezes. Mas o Corinthians de Vítor Pereira parece que não será mesmo marcado por definição de titulares. E, talvez, nem de sistemas táticos.

Um conceito muito usado pelo técnico em Portugal e que começa a ser falado por ele agora é a busca por um time "transformer", capaz de atuar de mais de uma forma dentro até mesmo de um mesmo jogo. Algo que só será feito com excelência com cada vez mais tempo de trabalho.

Diante da Portuguesa-RJ, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, já era esperado que o Timão teria uma escalação alternativa no jogo que carimbou a vaga nas oitavas da Copa do Brasil. Vitória por 2 a 0 sobre a Lusa, em casa, sem nenhuma dificuldade. Mas VP, mais uma vez, surpreendeu.

Geralmente escalado em linha de quatro, mas se posicionando com linha de três (ou de cinco) em momentos de jogos, o Corinthians desta vez saiu de início com três defensores: Robson Bambu, João Victor e Fábio Santos, um lateral-esquerdo de origem que virou zagueiro. Um 3-4-3, como definiu o técnico.

Uma das razões foi a ausência de laterais-direitos: Fagner e João Pedro estão machucados, enquanto Rafael Ramos será titular contra o Inter, sábado, pelo Brasileirão. Em vez de reclamações, soluções.


LEIA MAIS