• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sábado 20 de julho de 2024

“A parte do DNIT está quase concluída”, diz superintendente, sobre a BR-319

“Um exemplo claro que eu dou é que as pessoas já estão pedindo para colocar radar, isso é um sinal que os carros estão...


Redação

Publicada em: 21/11/2023 11:26:27 - Atualizado

PORTO VELHO-RO: Apresentado pelo jornalista e advogado Arimar Souza de Sá, o programa A Voz do Povo recebeu o superintendente do DNIT/RO, André Santos, para falar sobre as ações e planejamentos para o futuro da malha rodoviária rondoniense.

De acordo com André Santos, a extensão da BR-364 dentro de todo o Estado vem sendo reconstruída e vários pontos reformados já estão sendo entregues a população.

“Um exemplo claro que eu dou é que as pessoas já estão pedindo para colocar radar, isso é um sinal que os carros estão correndo muito. Quando uma rodovia está em condições boas, geralmente é assim”, disse André Santos.

O superintendente do DNIT/RO também falou sobre a construção da ponte Brasil-Bolívia em Guajará-Mirim, que já está em processo final para o início dos trabalhos.

De acordo com André Santos, a obra terá um valor aproximado de R$ 430 milhões, possui 1.300 metros, será suspensa por cabos, e do lado brasileiro tem quase quatro quilômetros de acesso mais a aduana.

“Os bolivianos queriam um vão maior, mas aí conseguimos contornar aí eles deram o ok. É um complexo de obras grande, vai ter iluminação, estacionamento e a licitação já deve ser aberta no finalzinho do ano”, falou André Santos.

A questão da BR-319 também foi um dos pontos abordados pelo superintendente do DNIT em Rondônia, que afirmou o projeto executivo todo o trecho conhecido como “meião” já está em fase final para a abertura da licitação da obra, que deverá custar cerca de R$ 1 bilhão.

“A parte do DNIT já está praticamente feita. Estamos com os projetos em execução, o que falta mesmo é a questão ambiental, vai ter passagem de fauna, trecho suspenso, galerias para os animais, mas aí são coisas que extrapolam a alçada do DNIT”, finalizou André Santos.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA:


Fale conosco