• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 18 de abril de 2024

Daniel Alves é convocado para ir a tribunal espanhol nessa quinta-feira (22)

Segundo o jornal La Vanguardia, a sentença do jogador que era prevista para março pode estar concluída


CNN

Publicada em: 21/02/2024 16:22:17 - Atualizado

BRASIL: O Tribunal Provincial de Barcelona convocou todas as partes envolvidas no julgamento de Daniel Alves para comparecerem à corte, nessa quinta-feira (22). A corte confirmou que a audiência está marcada para às 10h da manhã, horário local (6h da manhã do horário de Brasília).

Havia previsão da divulgação do resultado da sentença de Alves, acusado por estupro de uma jovem em uma boate, para o dia 7 de março. Porém, com a convocação, é possível que o resultado do julgamento seja lido nesta quinta. As informações são do jornal espanhol La Vanguardia.

O atleta já foi comunicado que deixará o presídio Brians 2 nesta data. Além dele, foram convocados a promotora Elizabeth Jiménez, a advogada da vítima, Ester García, e a advogada do lateral, Inés Guardiola. Um colegiado, formado por três juízes, é responsável pela sentença.

O julgamento

O julgamento do lateral-direito Daniel Alves, acusado de agredir sexualmente uma mulher em uma boate de Barcelona, em dezembro de 2022, chegou ao fim no dia 7 de fevereiro e durou três dias. Foram ouvidas testemunhas, a vítima, peritos e o acusado.

Em depoimento, o jogador chorou, alegou uso excessivo de bebida alcóolica e negou que tenha praticado estupro. Na época, a vítima tinha 23 anos. Ela acusa o jogador de agressão sexual dentro de uma boate, em Barcelona.

Dani Alves, preso preventivamente desde janeiro de 2023, e continua na prisão até sair o resultado do julgamento.

Os juízes responsáveis pelo caso são: Isabel Delgado Pérez, Luis Belestá Segura e Pablo Díez Noval. O processo ainda tem duas instâncias, o que significa que a parte que perder ainda poderá recorrer.

Se Daniel Alves for absolvido

Se o jogador for inocentado, será liberado imediatamente e poderá sair do território da Espanha. O lateral já não teria nenhuma pendência com os órgãos judiciários e poderia recuperar seu passaporte e voltar a uma vida normal, sem restrições.

Em caso de condenação

Se condenado, Alves pode receber uma pena entre 4 e 12 anos de prisão. O período em que ele passou preso desde janeiro de 2023 já é considerado no cumprimento do tempo total da sentença.

O jogador já depositou 150 mil euros, que podem reduzir a pena até pela metade, a depender da juíza do caso. Esse valor indenizatório é considerado atenuante de reparação do dano causado.

No mesmo cenário, Alves ainda pode apelar a outro tribunal. A esta sentença cabe recurso ao Superior Tribunal de Justiça de Catalunha, e, se confirmar a condenação, teria a última apelação ao Tribunal Supremo, em Madrid.

O jogador deve cumprir a pena na Espanha, pelo crime ter acontecido e sido julgado em território espanhol. Caso o brasileiro queira cumprir a sentença em seu país, deveria fazer uma petição à justiça, que provavelmente seria acatada.



Fale conosco