• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 20 de junho de 2024

Pesquisas erraram feio e direita vence esquerda com vantagem de mais de 11 pontos na Argentina

Candidato derrotou o atual ministro da Economia, Sergio Massa, por uma vantagem de mais de 11 pontos, em derrota histórica do peronismo


cnn

Publicada em: 20/11/2023 10:19:32 - Atualizado

MUNDO: O economista Javier Milei (La Libertad Avanza), de 53 anos, foi eleito presidente da Argentina neste domingo (19). Milei tomará posse no próximo dia 10 de dezembro.


Ele superou, no segundo turno, o candidato governista e atual ministro da Economia, Sergio Massa (Union por la Patria), que havia saído vence

Com 99,28% das urnas apuradas, Milei obteve 55,69% dos votos contra 44,30% de Massa, que admitiu a derrota antes mesmo da divulgação da primeira parcial.

Em discurso após ser eleito, Milei falou que “hoje termina uma forma de se fazer política e começa outra“.


Virada

Segundo lugar no primeiro turno, Milei conseguiu reverter o cenário neste domingo. Uma virada em segundo turno era um feito que só havia sido conquistado em 2015 por Mauricio Macri.

Antes de o resultado ser conhecido, a campanha de Milei disse que houve transparência nas eleições, uma declaração que se opõe a declarações de Milei e apoiadores ao longo do processo eleitoral, o gerou até a convocação por parte da autoridade eleitoral para esclarecimentos.

Atual presidente argentino, Alberto Fernández disse que a transição começa a partir de segunda-feira (20).

Reflexo no Brasil

O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), usou as redes sociais para desejar “boa sorte” ao novo governo, mas não citou o nome de Milei.

Com o resultado, o governo brasileiro deu orientação para não se cair em provocação. Lula havia apoiado Massa ao longo da campanha.


Fale conosco