• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, terça-feira 23 de julho de 2024

Mulher do chefe da inteligência militar da Ucrânia é envenenada com metais pesados, dizem militares

Substâncias detectadas no corpo dela 'não são utilizadas em nenhum caso na vida cotidiana nem para fins militares', diz fonte


R7

Publicada em: 28/11/2023 15:59:43 - Atualizado

MUNDO: Marianna Budanova, mulher do chefe do GUR (Serviço de Inteligência Militar da Ucrânia), Kirilo Budanov, está recebendo tratamento após ter sido envenenada com metais pesados, revelou uma fonte com conhecimento do caso à agência de notícias estatal ucraniana Ukrinform.

“Marianna Budanova foi envenenada com metais pesados. Está recebendo tratamento”, disse a fonte anônima à agência.

A inteligência militar ucraniana não negou a informação e comentará o caso em breve, afirmou o serviço de imprensa do GUR à Ukrinform.

Por outro lado, uma fonte da inteligência militar explicou à publicação ucraniana Babel que Marianna Budanova se encontra no hospital, onde foi internada após “uma deterioração prolongada” do seu estado de saúde.

As substâncias detectadas no corpo da mulher “não são utilizadas em nenhum caso na vida cotidiana nem para fins militares”, e “sua presença indicaria uma tentativa de envenenamento deliberado de uma pessoa específica”, acrescentou essa fonte.

Kirilo Budanov já reconheceu implicitamente a responsabilidade da agência que dirige em diversas ações dentro da Rússia contra alvos militares e funcionários russos de alto escalão.

Agentes russos têm estado por trás de assassinatos por envenenamento de vários dissidentes nos últimos anos.



Fale conosco