• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, domingo 23 de junho de 2024

Jatos comerciais podem virar “aviões do Juízo Final” da Força Aérea dos EUA

Aeronaves usadas da Korean Air foram compradas para serem transformadas em centro de controle emergencial de armas nucleares


CNN

Publicada em: 10/05/2024 16:11:34 - Atualizado


MUNDO: Aquele assento de classe econômica que você já ocupou enquanto voava na Ásia pode um dia ser o lugar de onde o arsenal de armas nucleares dos Estados Unidos será controlado.

Isso porque cinco jatos de passageiros Boeing 747 operados pela companhia aérea sul-coreana Korean Air foram comprados pela Sierra Nevada Corporation, contratada para substituir a atual frota de aeronaves militares de comando e controle estratégico da Força Aérea dos EUA, mais comumente conhecida como aviões “Doomsday” ou “aviões do Juízo Final”.

Também conhecido como o E-4B “Nightwatch”, os aviões Doomsday são projetados para serem centros de comando e controle para os militares dos EUA no caso de uma emergência nacional que destrua ou incapacite instalações de comando no solo, como em uma guerra nuclear.

Eles podem se tornar o que equivale a um Pentágono no céu, levando a bordo o presidente dos EUA, secretário de defesa e membros do Estado-Maior entre mais de 100 outras pessoas com a capacidade de controlar as forças dos EUA em todo o mundo a partir da aeronave, de acordo com uma ficha da Força Aérea nos E-4Bs.

Os “aviões do Juízo Final” são construídos para suportar os efeitos de um pulso eletromagnético, a explosão de energia liberada por uma explosão nuclear que pode “interromper e danificar permanentemente componentes elétricos e sistemas inteiros dentro dos setores de infraestrutura mais críticos e impactar a infraestrutura em larga escala”, de acordo com o Departamento de Segurança Interna dos EUA.



Fale conosco