• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sábado 15 de junho de 2024

Ucrânia diz que Rússia usa pessoas como “escudos humanos” na região de Kharkiv

Kiev afirma que moradores estão sendo interrogados e presos em novo avanço de Moscou


cnn

Publicada em: 18/05/2024 11:11:46 - Atualizado

MUNDO: As forças russas capturaram dezenas de civis na cidade fronteiriça de Vovchansk, disse uma autoridade ucraniana, com um alto oficial da polícia regional acusando-os de usar os prisioneiros como “escudos humanos.”

Moscou intensificou sua ofensiva no norte da Ucrânia. Na semana passada, os russos lançaram sua operação mais surpreendente em dois anos de guerra, atravessando a fronteira norte em novas tentativas de tomar Kharkiv, a segunda cidade mais populosa do país.

Vovchansk, na região norte de Kharkiv, enfrentou um ataque, com as forças russas alegando controlar as aldeias vizinhas, forçando os civis a fugir.

O ataque transfronteiriço ocorreu em um mês difícil para Kiev e virou mais um exemplo dos reveses para os ucranianos este ano. As forças são escassas, com muito menos artilharia do que os russos, defesas aéreas grosseiramente inadequadas e, acima de tudo, falta de soldados. A situação foi agravada pelo tempo seco, permitindo que as unidades mecanizadas russas se movessem mais facilmente.

O vice-chefe da Inteligência de Defesa da Ucrânia, o major-general Vadym Skibitsky, disse ao Economist na semana passada: “Nosso problema é muito simples: não temos armas. Eles sempre souberam que abril e maio seria um momento difícil para nós.”

Vários analistas esperam que os russos ampliem os ataques de fronteira para o oeste na região de Sumy, que viu meses de ataques de forças especiais russas.

Os russos têm mão de obra para desgastar as defesas ucranianas através de vários pontos de ataque a centenas de quilômetros de distância, forçando Kiev a adivinhar onde e quando uma ofensiva antecipada no início do verão se concentrará.


Fale conosco