• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sábado 25 de maio de 2024

Marinha argentina diz que segue buscando submarino com 'todos os esforços' possíveis


G1

Publicada em: 29/11/2017 15:07:38 - Atualizado

MUNDO- A Marinha argentina reconheceu nesta quarta-feira (29) que ainda não conseguiu encontrar o submarino ARA San Juan, desaparecido há duas semanas em águas do Atlântico com 44 tripulantes a bordo, e explicou que segue aplicando "todos os esforços" e a mais "alta tecnologia" para encontrá-lo.

"A meteorologia é boa. Amanhã vai ser melhor que hoje com ventos moderados de noroeste, menos de dois metros de altura de onda, que é muito bom para a varredura", explicou o capitão de navio Enrique Balbi, em entrevista em Buenos Aires.

O porta-voz da Marinha disse que oito navios nacionais e internacionais se encontram na zona de busca para realizar a varredura dentro do mar, e detalhou que já se chegou a 68% do rastreamento no local onde acredita-se que o submarino pode estar, com base na explosão registrada no oceano pouco depois de a embarcação desaparecer.

"Continuamos com a busca pelo submarino desde o primeiro dia. Estamos esgotando tudo o equipamento de alta tecnologia dos oito navios que estão na zona fazendo a varredura de todo o fundo", afirmou Balbi. O comandante disse ainda não poder estimar quando o rastreamento vai terminar, pois o processo é lento e depende de condições meteorológicas.

A área de operações chega a 40 mil quilômetros quadrados, dos quais a maior concentração de busca é de 4 mil quilômetros quadrados, equivalente a 20 vezes a superfície da cidade de Buenos Aires. A profundidade das buscas varia entre 200 e mil metros.

O porta-voz se referiu também à divulgação nas últimas horas de um suposto comunicado que dava conta do achado do submarino e fez uma crítica à disseminação de informações falsas, que impactam as famílias dos tripulantes.


Fale conosco