• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quarta-feira 6 de julho de 2022

Vladimir Putin diz que Rússia está redirecionando comércio para países dos Brics

Movimento busca compensar perdas com sanções impostas por países Ocidentais após a invasão da Ucrânia


CNN

Publicada em: 22/06/2022 15:21:01 - Atualizado

MUNDO: O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira (22) que o país está no processo de redirecionar seu comércio e suas exportações de petróleo para países do grupo dos Brics de economias emergentes, na esteira de sanções ocidentais devido à guerra na Ucrânia.

Os Brics reúnem Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

O Ocidente impôs sanções abrangentes à Rússia, incluindo restrições às importações do seu petróleo, depois que o Kremlin enviou tropas para a Ucrânia em 24 de fevereiro.

Para resistir às sanções, o país está tentando estreitar os laços com a Ásia, buscando substituir os mercados que perdeu no atrito com a União Europeia e os Estados Unidos.

Em discurso em vídeo para participantes do Fórum Empresarial dos Brics, Putin disse que a Rússia está discutindo o aumento da presença de carros chineses no mercado russo, bem como a abertura de cadeias de supermercados indianos.

“Por sua vez, a presença da Rússia nos países do Brics está crescendo. Houve um aumento notável nas exportações de petróleo russo para a China e a Índia”, afirmou Putin.

Putin lembrou ainda que companhias russas de tecnologia ampliaram sua atuação na Índia e na África do Sul, enquanto os satélites do país permitem transmissões televisivas para até 40 milhões de habitantes do Brasil.

Ele também disse que a Rússia está desenvolvendo mecanismos alternativos para operações financeiras internacionais em conjunto com seus parceiros dos Brics. O movimento envolveria a criação de uma moeda de reserva internacional baseada em uma cesta com as divisas dos integrantes.

O líder russo não apresentou detalhes adicionais sobre a proposta, que surgiu em meio aos esforços de potências ocidentais para bloquear Moscou do sistema financeiro global como retaliação pela guerra na Ucrânia.

Putin ressaltou que o Sistema Russo de Mensagens Financeiras (SPFS, na sigla em inglês) está aberta aos bancos do Brics.

“O Sistema Russo de Mensagens Financeiras está aberto para conexão com os bancos dos países dos Brics. O sistema russo de pagamentos MIR está expandindo sua presença. Estamos explorando a possibilidade de criar uma moeda de reserva internacional baseada na cesta de moedas dos Brics”, disse.

Criada pelo Banco da Rússia, a rede atua como alternativa ao Swift, da qual o país foi excluído. “Junto com os parceiros do Brics, estamos desenvolvendo mecanismos alternativos confiáveis para compensações internacionais”, afirmou Putin.

“Nossa política macroeconômica mostra sua eficácia na prática”, argumentou, além de afirmar que a situação na indústria já começa a ser “estabilizada”.

O chefe do Kremlin alegou que empresas nos países emergentes precisam lidar com um cenário desafiador, causado pela suposta recusa do Ocidente em aderir aos princípios básicos da economia de mercado, livre-comércio e inviolabilidade da propriedade privada.

“Eles seguem, de fato, um rumo macroeconômico irresponsável, incluindo o lançamento da ‘impressora’ – emissão descontrolada e acúmulo de dívidas sem garantias”, criticou.