• Porto Velho

    sexta-feira 30 de julho de 2021

Suspeitos de assaltar e matar garimpeiro são presos pela Polícia Civil

Os policiais prenderam quatro suspeitos de assaltar e matar o garimpeiro Antônio Rego da Silveira (57 anos) em janeiro deste ano, em Porto Velho.


Rondonoticias

Publicada em: 23/04/2021 14:22:03 - Atualizado



PORTO VELHO, RO - Os agentes da Delegacia Especializada em Crimes contra o Patrimônio-DERF, prenderam quatro suspeitos de assaltar e matar o garimpeiro identificado como Antônio Rego da Silveira (57 anos), em janeiro deste ano, em Porto Velho-RO.

O crime

O corpo da vítima foi localizado dia 19/01/2021, em avançado estado de decomposição na região de mata após a Ponte do Rio Madeira, na BR-319 em Porto Velho-RO. O laudo pericial apontou que a vítima foi amarrada e executada com um tiro na nuca.

Antônio foi sequestrado por criminosos e teve a caminhonete Hilux roubada na Capital, para ser atravessada para a Bolívia. Policiais lotados em Guajará-Mirim encontraram o veículo abandonado e atolado em uma estrada no município.

A namorada da vítima, que estava no momento do assalto, relatou que eles foram rendidos por três criminosos encapuzados e armados. Ela foi liberada pelos ladrões, que em seguida fugiram junto com o homem e o veículo.

As investigações apontaram o envolvimento de 5 pessoas no crime. Diante da identificação dos envolvidos, o Delegado Vinícius Lucena Tavares Bastos representou pela prisão preventiva de Ronisson Wendel Cadete de Oliveira (22 anos), Samara Castro de Souza (26 anos), João Vitor da Cunha Bezerra (19 anos) e Larissa Gomes dos Santos (20 anos). Um quinto suspeito P.C.S.G. (20 anos) foi assassinado durante o curso das investigações.

Os agentes da Patrimônios cumpriram os mandados de prisão preventiva e encaminharam os quatro suspeitos ao sistema prisional, onde permanecerão a disposição da justiça.

Desta feita, fica a mensagem à população e agradecimento aos demais colaboradores, no sentido de que a Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio não descansa, enquanto não levar à justiça aqueles que insistem em caminhar a margem da lei, sendo que não há crime perfeito que permaneça impune.



MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br