• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, terça-feira 16 de abril de 2024

Presidente Lula inicia plano para se aproximar de evangélicos e melhorar popularidade

Rio de Janeiro foi primeiro estado visitado. Pernambuco e Ceará serão os próximos. Ação de comunicação durará uma semana em cada localidade.


G1

Publicada em: 03/04/2024 09:40:44 - Atualizado

BRASIL: O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cumpre agenda interna por vários estados brasileiros desde esta terça-feira (2). O primeiro local visitado foi o Rio de Janeiro (leia mais abaixo).

Ao longo das visitas, Lula também promove campanha de comunicação com foco em obras e com slogan 'Fé no Brasil', com objetivo de se aproximar dos evangélicos.

Entre os evangélicos, o índice de desaprovação de Lula ainda é alto.

Embora a estratégia seja a mesma, a mensagem da campanha será regionalizada, de acordo com a particularidade de cada estado.

A partir da passagem do presidente, a campanha em cada localidade vai durar uma semana.

Nesta terça, no Rio de Janeiro, Lula se encontrou com o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), durante cerimônia de inauguração do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) Tech, em Niterói.

Na sequência, o presidente se encontrou com o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), no anúncio do início das obras de dragagem do Canal de São Lourenço, também em Niterói.

Nesta semana, Lula ainda lança campanhas em Pernambuco e no Ceará.

Na quinta-feira (4), em Arcoverde (PE), o presidente participa da inauguração da Estação Elevatória de Água Bruta Ipojuca e da Adutora do Agreste Pernambucano, no trecho entre Belo Jardim e Caruaru.

Depois, no mesmo dia, vai a Goiana (PE) participar da inauguração de uma fábrica de medicamentos da Hemobrás.

No dia seguinte, sexta-feira (5), o Lula estará em Iguatu (CE) para a assinatura da ordem de serviço para a implantação do Ramal do Salgado, que levará água da transposição do Rio São Francisco a 54 cidades cearenses. Além disso, visitará obras da Ferrovia Transnordestina.

'Fé no Brasil'

A nova campanha de comunicação terá o lema “Fé no Brasil”, escolhido pela Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República, é um movimento de aproximação do eleitorado religioso, especialmente os evangélicos, segmento mais alinhado com a oposição.

Em paralelo, o plano do governo é tentar destacar a entrega de obras e de projetos como forma de esfriar a polarização política que domina o país.

O ministro da Secom, Paulo Pimenta (PT), tem se reunido com os ministérios para que as campanhas das pastas relacionadas a entregas tenham relação com o novo slogan. A ideia é que cada pasta use o seu contrato publicitário para realizar as ações de marketing.

Esta é a quarta etapa da estratégia de comunicação do governo.

  • No início de 2023, o lema foi “O Brasil Voltou”, em referência aos projetos que estavam sendo relançados.
  • No segundo semestre de 2023, com a aprovação de medidas econômicas no Congresso, entrou em ação o mote “O Brasil no Rumo Certo”.
  • No final daquele ano, a percepção de que a polarização persistia fez o governo lançar a campanha “Um só povo, um só país.”
  • Agora, no início de 2024, "Fé no Brasil" mira na aproximação com os religiosos do país, especialmente os evangélicos.

A proposta é vincular o novo lema aos projetos do governo, como o Pé de Meia, na Educação; o Plano Safra, na Agricultura; o Minha Casa Minha Vida, nas Cidades; entre outros.

O Planalto espera que os ministros atuem como porta-vozes dessa nova estratégia de campanha.

Aliados de Lula já tentaram convencê-lo da necessidade de ações mais enfáticas em direção a lideranças evangélicas, como um encontro com pastores, mas o presidente e a primeira-dama, Janja da Silva, resistem a essa ideia.





Fale conosco