• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sábado 2 de março de 2024

Veja dicas para proteger seus dados pessoais em comemoração ao “Dia da Internet Segura”

Consumidor deve tomar alguns cuidados para evitar perda de privacidade, danos à reputação e prejuízos financeiros


JOVEM PAN

Publicada em: 11/02/2023 09:13:05 - Atualizado

Nesta quarta-feira, 7, foi comemorado o “Dia da Internet Segura”. Uma data que tem como foco central a conscientização das pessoas sobre a responsabilidade pessoal pelo uso da internet. Diversos eventos foram realizados. Muitos foram os debates ocorridos sobre segurança online, os novos desafios para a segurança digital, o surgimento de novas tecnologias, além de outros temas. Segundo consta de uma pesquisa realizada pela Axur, empresa de cibersegurança, nosso país foi o campeão mundial em vazamento de dados pelo 2º ano consecutivo. Isso reforça a necessidade de que o cidadão esteja cada vez mais atualizado e ciente da importância da proteção dos seus dados pessoais.

Muitos são os exemplos noticiados de vazamento de bases de dados ocorridos na iniciativa privada e até mesmo pelo poder público. Por mais que governos e empresas invistam efetivas fortunas com a segurança e a proteção de dados dos usuários, sabemos que os ataques são aprimorados e aumentam em uma verdadeira progressão geométrica. Feitas estas considerações iniciais, recomendo ao leitor que faça uma breve reflexão: Você sabe como proteger os seus dados pessoais?

Seja lá qual for a sua resposta, são estas situações que me remetem ao velho ditado: “cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém”. Sabendo do aumento exponencial do volume de informações pessoais que trafegam pela internet, a segurança desses dados é mais importante do que nunca. Pense em quantas vezes você já disponibilizou relevantes informações para empresas e organizações, disponibilizando documentos pessoais (RG, CPF, título de eleitor, endereço residencial) ou até divulgando informações financeiras e de saúde.

É fundamental que o cidadão tenha plena consciência dos riscos e da sua responsabilidade pessoal quando do uso da internet, inclusive nas redes sociais, adotando os cuidados necessários com a sua segurança, não apenas para evitar uma exposição em excesso, mas também para reduzir a possibilidade de se tornar vítima de possíveis golpes.

Quando da utilização da internet, seja para uso das redes sociais e até mesmo para a compra de produtos ou serviços, talvez a palavra-chave que mais deverá ser considerada seja desconfiança. Por mais que se tenha a ideia de quem está do outro lado, muitas vezes esta certeza pode estar muito bem disfarçada, aguardando apenas o momento certo do golpe. Confira dicas de como se proteger:

Seja seletivo. Cuidado com o conteúdo das suas postagens, com os seus comentários e até mesmo com quem você se conecta. Toda informação pessoal pode ser capaz de atrair o olhar de diversos golpistas.

Cuidado com as senhas. Além do uso de senhas de maior complexidade, a utilização de outros mecanismos pode contribuir para que o usuário não seja vítima de golpes. Recomendo o uso da “verificação em duas etapas” e a utilização de alertas que denunciam tentativas de acesso às suas contas. Considere a possibilidade de alteração periódica das suas senhas e, se preferir, faça uso de softwares de proteção de senhas.

Preocupe-se com suas configurações de segurança e privacidade. Esse é um fator de extrema relevância, capaz de limitar a forma como suas informações pessoais são compartilhadas e tratadas pelas plataformas.

Conheça os termos de uso e de privacidade. A leitura e devida compreensão desses materiais é capaz de mostrar ao usuário os riscos que poderá enfrentar com o uso de plataformas ou aplicativos. Muitos desses termos, aceitos sem a devida leitura, permitem ampla e irrestrita utilização dos dados pessoais dos seus usuários.

Navegue em sites oficiais e em lojas de reputação. Muito cuidado ao clicar em links recebidos sem a devida procedência. Além de possibilitar uma invasão direta nas suas contas pessoais, esses mesmos links podem te direcionar para páginas fraudulentas.

Desconfie de pedidos recebidos. Muitos golpistas se fazem passar por um amigo ou parente para pedir dinheiro nas redes sociais. Se isso acontecer, ligue para o amigo ou parente envolvido e confirme o pedido. Nunca dê seguimento aos pedidos sem ter a devida certeza.

Lembre-se que o vazamento de dados pode causar sérios problemas ao cidadão, resultando em perda de privacidade, danos à reputação e danos financeiros. Tenha sempre cuidado.


Fale conosco