• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quarta-feira 12 de junho de 2024

Mãe e filha são acusadas de fingir câncer para aplicar golpes em diversas vítimas

Diversas vítimas, o que inclui internautas, vizinhos e até familiares, denunciaram as ações da dupla


emoff

Publicada em: 21/05/2024 16:41:05 - Atualizado


BRASIL: Duas mulheres, que se apresentam como mãe e filha, estão sendo acusadas de forjar um diagnóstico de câncer para aplicar golpes. De acordo com denúncias, Ana Paula Menezes Sena, de 46 anos, e Drielle Menezes Sena, de 28, estariam usando a falsa doença para vender produtos inexistentes e conseguir doações.

Com o objetivo de convencer os internautas, foram publicadas fotos de cabeça raspada e até com catéter no braço. Nas redes sociais, muita gente colocou a boca no trombone e expôs a suposta farsa. Enquanto algumas pessoas disseram que contribuíram para uma vaquinha online, outras contaram que compraram rifas em prol do tratamento da moça.

Em conversa com o portal BNews, uma das vítimas da dupla o prejuízo que ele e outras pessoas tiveram: “Durante dois anos ajudei e divulguei muito o caso dessa menina… Foram pix e mais pix, rifas, caixão para a avó que morreu… Meu irmão reformou a casa delas e tinha empresário que doava mensalmente entre R$ 3 e 4 mil”.

MAIS E MAIS

No início do ano passado, a situação acabou ficando complicada para as duas mulheres. Isso porque, para entender melhor o estado de Drielle, uma pessoa solicitou um relatório assinado por um médico. No entanto, além de não recebê-lo, a doadora ainda foi tratada de maneira “extremamente agressiva” pela mais nova.



Fale conosco