• Porto Velho

    sábado 24 de julho de 2021

O dia na história - Compilação do jornalista Lúcio Albuquerque

Católicos lembram os Protomártires da Igreja Católica. ‎São Justino, ‎São Norberto, ‎São Marcelino Champagnat.


Lúcio Albuquerque

Publicada em: 30/06/2021 16:39:40 - Atualizado

RONDÔNIA
Em 1931 – A direção estrangeira da Madeira-Mamoré suspende suas atividades e o trem deixa de ter viagens normais. A ferrovia ligava as cidades de Porto Velho a Guajará-Mirim. Em 1973 – O governador Theodorico Gahyva designa Presidente Médici ao lugarejo conhecido como Vila 33, que mais tarde seria o município de Presidente Médici.

COMEMORA-SE: Dia do Caminhoneiro. Dia Nacional do Bumba Meu Boi. Dia Nacional do Auditor Fiscal Agropecuário. Dia da Mídia Social. Dia Internacional do Profissional em Biotecnologia.

Católicos lembram os Protomártires da Igreja Católica. ‎São Justino, ‎São Norberto, ‎São Marcelino Champagnat.

FATOS: 1859 — O acrobata Charles Blondin atravessa as Cataratas do Niágara em uma corda bamba. 1953 – Morre Charles Miller, citado como introdutor do futebol no Brasil. 1971 — A tripulação da espaçonave soviética Soyuz 11 morre por asfixia quando seu suprimento de ar escapa por uma válvula defeituosa. 1980 - O Papa João Paulo II pisa em solo brasileiro pela primeira vez. 1985 – Nasce Michael Phelps, nadador (EUA) um dos maiores nomes da natação mundial. 1988 - Morre aos 71 anos o apresentador de TV Abelardo Barbosa (Chacrinha). 2002 —Morre Chico Xavier, principal nome do espiritismo brasileiro. 2002 – O Brasil bate a Alemanha por 2x0 e se torna pentacampeão de futebol mundial na Copa Coreia/Japão.

FOTO DO DIA
Durante 18 meses, de outubro de 1972 a abril de 1974, o mato-grosssense Theodorico Gahyva, foi governador do Território Federal de Rondônia (o 24º desde a criação do Território, como Guaporé, em 1943). Mal havia assumido, o partido do governo, a Arena, perdia a eleição municipal em Porto Velho e Guajará-Mirim com o MDB fazendo maioria nas duas Casas. Também naqueles meses finais de 1972 sua administração enfrentou a questão da retirada dos garimpeiros de cassiterita da região estanífera de Ariquemes, então distrito de Porto Velho. Gahyva também instalou o primeiro “governo itinerante”, indo a cada distrito levando todos os diretores de sua administração. Assis Canuto, ex-deputado federal e ex-vice-governador narra que Gahyva “abriu uma “ querela” com o Incra e passou a maquinar para tirar o Capitão Silvio Farias, responsável pela organização fundiária do Território, da chefia do órgão em Rondônia, mas acabou saindo do cargo”.


MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br