• Porto Velho

    segunda-feira 25 de outubro de 2021

O dia na história - Compilação do jornalista Lúcio Albuquerque

Dia do Atletismo. Dia Mundial dos Correios. Dia Internacional para a Redução dos Desastres Naturais. Dia do Açougueiro e Profissionais do Setor.


Lúcio Albuquerque

Publicada em: 09/10/2021 11:47:38 - Atualizado




O DIA NA HISTÓRIA

Lúcio Albuquerque – jlucioac@gmail.com

rondoniaalemdahistoria.com.br

Só nossa história e os personagens

BOM DIA 9 DE OUTUBRO!

COMEMORA-SE

Dia do Atletismo. Dia Mundial dos Correios. Dia Internacional para a Redução dos Desastres Naturais. Dia do Açougueiro e Profissionais do Setor.

Católicos lembram São Leonardi, São Dinis e São abraão.

RONDÔNIA: 1909 – Cândido Rondon designa “Pimenta Bueno” um rio descoberto pela equipe implantadora da Linha Telegráfica Estratégica, que instalava o sistema de telegrafia por fio entre Cuiabá e Porto Velho.

BRASIL

1831 — Criado o Corpo de Municipais Permanentes, atual Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro por Diogo Antonio Feijó, regente do príncipe D. Pedro II. 1853 — Nasce José do Patrocínio, jornalista, orador, poeta e abolicionista brasileiro. 1893 — Mário de Andrade, escritor e idealizador da Semana de Arte Moderna

MUNDO

1410 — A primeira menção conhecida do relógio astronômico de Praga. 1870 – Um grande furacão devasta a região de Antilhas matando perto de 30 mil pessoas. 1944 — Segunda Guerra Mundial: Primeiro-ministro britânico Winston Churchill e o premiê da União Soviética Josef Stalin começam uma conferência em Moscou para discutir o futuro da Europa. 2006 - A Coreia do Norte realiza seu primeiro teste nuclear. 2006 - YouTube é comprado pelo Google, por U$1,65 bilhão. 2012 — Terroristas Talibãs tenta assassinar Malala Yousafzai, ativista pela Educação de mulheres no Paquistão.

FOTO DO DIA

Seu nome: Mário Raul Moraes de Andrade. Seu nome público: Mário de Andrade. Precursor do Modernismo e, certamente, o grande nome da Semana de Arte Moderna de 1922, misto de poeta, romancista, musicólogo, historiador de arte, crítico e fotógrafo brasileiro. Sua obra “Paulicéia Desvairada” é citada como a que gerou a poesia brasileira moderna. Cinco anos depois aceitou o convite de uma socialite paulistana, pegou sua nova câmera fotográfica e de navio, depois de barco, viaja Mário de Andrade em plena Amazônia, esticando sua viagem pelo Rio Madeira até Santo Antônio, onde teria surgido a ideia de escrever o livro intitulado “O Turista Aprendiz pelo Brasil”. A visita de Mário de Andrade a Santo Antônio é narrada pelo escritor Júlio Olivar em seu livro “A Cidade que não existe mais”. Na foto, Mário de Andrade, na imensidão de sua já conhecida obra e vestindo o traje comum na época, apesar do calor dos trópicos, tem como “pano de fundo” uma samaúma, tão imensa que “transforma” o gigante da literatura num pigmeu.


MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br