RONDONOTICIAS segunda-feira, 10 de maio de 2021 - Criado em 11/10/2001

Pai é acusado de vender filho e usar grana em viagem com nova esposa

Criança de 2 anos foi repassada a casal por valor equivalente a R$ 132,7 mil, segundo a polícia da província de Zhejiang, na China


R7

Publicada em: 04/05/2021 14:38:09 - Atualizado


CHINA - Um pai acabou preso pela polícia da província de Zhejiang, na China, sob acusação de ter vendido o filho de 2 anos de idade e usado o dinheiro para viajar com a nova esposa. Xie, como o suspeito tem sido indentificado pela mídia local, embolsou 158 mil yuans após a negociação — o equivalente a R$ 132,7 mil.

Segundo o jornal South China Morning Post, o pai ficou com a guarda do menino após se divorciar da mãe da criança, que obteve apenas a custódia da filha do casal.

    Como trabalha em uma cidade diferente da qual reside, Xie deixava o filho sob os cuidados do irmão e outros membros da família. Até que, em abril, o pai do menino foi buscá-lo, sob a alegação de que o levaria para ver a mãe.

    No entanto, dias depois, o tio da criança descobriu que o garoto nunca havia completado o trajeto indicado. Sem conseguir contato com o irmão, o homem acionou as autoridades locais.

      Assim, a polícia chegou até um casal de Changshu, na província de Jiangsu, que havia comprado o garoto pelo valor apresentado no início do texto. Enquanto Xie e a atual cônjuge gastavam a grana em diferente localidades do país.

      Com o pai detido, a criança foi devolvida ao tio. Já o casal envolvido na transação foi submetido a "medidas coercivas criminais", escreveu o South China Morning Post.

      Durante a busca pelo menino, as autoridades também foram informadas sobre duas outras filhas de Xie com a ex-eposa que teriam sido "dadas" a outras famílias. No entanto, ainda não está claro se esses casos também serão investigados.


      MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

      Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br