• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 18 de abril de 2024

Em reunião, Governo Federal dá ultimato a siglas da base que assinaram impeachment de Lula

Em reunião, líder do governo deu até quinta-feira (29/2) para siglas da base convencerem deputados a retirarem apoio ao impeachment de Lula


metropoles

Publicada em: 27/02/2024 14:25:31 - Atualizado


O líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), deu um ultimato a partidos da base aliada cujos deputados assinaram o pedido de impeachment do presidente Lula protocolado pela oposição na semana passada.

Em reunião com líderes dessas legendas nesta terça-feira (27/2), Guimarães deu até quinta-feira (29/2) para as siglas convencerem seus deputados a retirarem as assinaturas. Do contrário, serão penalizados.

Na conversa, segundo relatos feitos à coluna, o líder do governo leu uma lista, por partido da base aliada, dos deputados que assinaram o pedido de impeachment do presidente da República.

Guimarães afirmou que o governo será “firme” com esses parlamentares. Caso eles não retirem as assinaturas, o governo cortará cargos e emendas que esses deputados indicaram.

O pedido

O pedido de impeachment de Lula foi protocolado na semana passada, com a assinatura de cerca de 140 deputados. Ele é baseado na fala na qual o petista comparou a morte de palestinos em Gaza ao Holocausto.

Como mostrou a coluna, a oposição pretende fazer um ato simbólico a favor do impeachment na próxima semana, no Senado. A ideia é manter o assunto em alta.




Fale conosco